Ginasloucos comemoram sucesso da apresentação no Maracanãzinho

Atletas da UNIGRAN foram muito aplaudidos pelo público e admirados pela imprensa carioca, no show realizado no domingo, 9, que teve craques da NBA.
Os Ginasloucos voltaram do Rio de Janeiro pisando nas nuvens. O tema principal das conversas na viagem de retorno foi a experiência histórica, vivida domingo, 9, no Maracanãzinho. Os atletas da UNIGRAN foram muito aplaudidos pelo público e elogiados pela crítica esportiva local. Foram 7 minutos de acrobacias e enterradas, no intervalo do “Basketball Show - Brasil 2009", um jogo beneficente entre os “Amigos de Anderson Varejão” versus “Amigos de Leandrinho Barbosa”, que consagraram a originalidade do grupo. “Nosso objetivo era fazer um espetáculo tão bom ou melhor que os americanos fazem, e identificamos nos Ginasloucos uma grande oportunidade de mostrar que a gente sabe fazer um espetáculo bem feito, e quando a gente pensou na produção, identificamos que os Ginasloucos seriam uma grande atração, e uma coisa inédita, também”, disse Hailton Santos, diretor da Agência Decidindo, organizadora e promotora do evento que teve como principais convidados jogadores famosos da Liga Americana de Basquete, a NBA, e também da Seleção Brasileira. A aposta dos promotores colocou um grande desafio para um grupo que, apesar dos 15 anos de existência e mais de 1.000 shows já realizados, ainda é pouco conhecido da grande imprensa nacional. A atriz Samara Felipo, namorada de Leandrinho, disse inclusive que pensou que os Ginasloucos seriam estrangeiros. Por isso, emocionado ao final da consagradora apresentação, o coordenador dos Ginasloucos, professor Rogério Montes, se disse com dever cumprido e só conseguiu exclamar: “fantástico!”. Maneiro. Show de bola. Os caras são bons. Os comentários de jogadores, como o mexicano Huertas e do brasileiro Duda, ao canal Sportv, e dos jornalistas presentes na quadra, reconhecendo o talento dos atletas da UNIGRAN, se mostraram também na expressão dos craques americanos e valeram todo o esforço do grupo para atender ao convite. A tensão das 22 DATA_HORAs de viagem na ida teve sua recompensa e se transformou em segurança, no treino feito no sábado à tarde, e em euforia após a apresentação. “Só a imagem dos atletas da NBA, assistindo a gente, fazendo aquela cara de surpresa, representou tudo o que os Ginas têm passado ao longo desses 15 anos – eles achavam que só nos Estados Unidos tinha um grupo assim– a realidade é que o Brasil tem um grupo assim, e esse grupo se chama Ginasloucos, de Dourados, Mato Grosso do Sul”, disse Daniel Silveira, um dos atletas mais ousados nas acrobacias apresentadas pelos Ginasloucos. Até mesmo um quase desfalque não abateu o ânimo do grupo. “Eu vou me apresentar amanhã”, disse Cacá, há sete anos nos Ginasloucos, após sentir forte dor lombar no ensaio geral, no dia anterior. A superação do atleta deu mais firmeza e confiança aos mais novos do grupo. “Acho que os gritos da galera mostraram o nosso trabalho e eu me sinto o homem mais feliz do mundo”, declarou ao final do show. Trabalho Social Josimar Crespan, o “capitão” dos Ginasloucos, confidenciou que seu sonho era um dia aparecer com o grupo no Programa Globo Esportes. “Esse era o nosso grande sonho, e hoje para mim, é um sonho realizado, o sonho de tudo que a gente construiu quinze anos atrás”, disse o veterano. Crespan lembra que o Grupo se formou com a idéia de abrir a OLIGRAN com atrações diferentes e criativas. A idéia tomou corpo e o grupo passou a ser convidado para abrir eventos esportivos em várias cidades, passando e ser muito conhecido no Paraná, Mato Grosso do Sul e outros estados. Josimar lembra que, por trás do espetáculo e do entretenimento, existe um trabalho social importante que os Ginasloucos realizam. “O pessoal que vai continuar isso daí tem o objetivo de alcançar voos mais altos, mas sempre lembrando que não é só aparecer na televisão, nós temos um trabalho social, na Escolinha de Ginástica, de representar Dourados, de representar a UNIGRAN, e temos continuar dessa forma que mais portas vão se abrir”, declarou. Josimar fala desses objetivos dividindo com a UNIGRAN as conquistas do Grupo. “O sucesso de tudo isso daí é o apoio da Instituição, que nunca nos negou nada, por isso, acho que a UNIGRAN inteira está de parabéns”, disse o atleta. Dando continuidade a sua história, os Ginasloucos se apresentaram já nesta terça-feira, 11, no Bairro Izidro Pedroso, em Dourados, abrindo os jogos da Escola Floriano Lopes. (JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran