Medicina Veterinária desenvolve atividades de campo

Nas aulas de reprodução animal, acadêmicos e professores acompanham a prenhez das vacas com exames de ultrassom e técnica de apalpação.
Acadêmicos do sétimo semestre de Medicina Veterinária da UNIGRAN estão desenvolvendo aulas a campo na Fazenda-Experimental do ID_CURSO e em propriedades rurais, nas imediações de Dourados. As atividades fazem parte do estágio prático nas disciplinas de reprodução, clínica de pequenos e grandes animais e patologia clínica. As aulas, com grupos de alunos, são acompanhadas pelos professores nas extensões rurais e no Hospital-Escola, que atende animais de todos os portes, na consulta, procedimento cirúrgico e internação. Acompanhar a prenhes é uma das atividades realizadas. Os acadêmicos vão a campo conhecer o período de reprodução da vaca, iniciando com o diagnóstico de gestação, para alcançar melhorias reprodutivas, e pela identificação precoce das fêmeas durante e após a estação de monta. As técnicas utilizadas na identificação, em primeiro momento, são feitas com o exame de ultrassom. O equipamento, levado a campo, serve para certificar a gestação do animal e para os acadêmicos visualizarem a estrutura do bezerro. E é nos dois primeiros meses da prenhez, segundo a professora de reprodução animal, Martha Almirão Sobreira, que se encontram dificuldades em detectar a gestação. “Para isso contamos com equipamentos de ultrassom para dar um diagnóstico preciso”, diz a professora. Outra técnica utilizada nas aulas de reprodução é a apalpação retal. E o acompanhamento da prenhez traz benefícios para a vaca e o bezerro, que vai nascer de forma programada e com a assistência do médico veterinário. Quando isso não ocorre, segundo a professora, os animais podem morrer. Uma das consequências está ligada ao nascimento prematuro ou aborto, provocado pela brucelose, doença infecciosa que pode ser detectada antes da prenhez. Todas as etapas de reprodução dos animais são avaliadas nos estágios curriculares. Os acadêmicos passam a conhecer a partir desse estudo as consequências do parto e a atenção clínica dos animais na promoção da saúde e na identificação e tratamento de patologias. Para o estudante Lucas Leonardo Rosa, aliar teoria e prática tem sido forte característica das atividades a campo. De família de pecuaristas, ele diz que as aulas são importantes instrumentos para promover o conhecimento técnico-científico e preparar os acadêmicos nas diferentes áreas que envolvem o mercado de trabalho do médico veterinário. (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran