Farmacêutico tem mais de 70 áreas de atuação profissional

Na abertura da Jornada de Farmácia, professor André Mueller destacou que o ID_CURSO da UNIGRAN atende à formação de profissionais generalistas
O mercado de trabalho para o farmacêutico é amplo e o trabalho em farmácias e drogarias é uma das opções. A atuação profissional, as exigências e a área de atuação foram temáticas debatidas, nesta quarta-feira, na abertura da VI Jornada Acadêmica de Farmácia da UNIGRAN, que reúne profissionais e estudantes em diferentes palestras e mini-ID_CURSOs que envolvem o conhecimento científico e as rotinas profissionais. A solenidade de abertura teve como palestrante o presidente do Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, Ronaldo Abrão. O presidente do Conselho enumerou que são pelo menos 72 áreas de atuação, que vão desde a administração em saúde (hospitalar, laboratório, clínica), à acupuntura, controle de vetores e pragas, indústrias, farmácias e docência. “O mercado de trabalho é amplo, porém, o profissional tem que escolher a área de atuação e buscar uma especialização”, diz Ronaldo Abrão. Ele garante que ao sair da universidade o profissional encontra diferentes opções de trabalho. “O mercado busca pessoas generalistas, capazes de atender as necessidades da atuação profissional. E com o avanço tecnológico o farmacêutico deve estar atento a constante atualização, pois a indústria traz novidades ao mercado a todo o instante”, frisa o presidente do Conselho. De acordo com o coordenador de Farmácia da UNIGRAN, André Mueller, o ID_CURSO atende a formação de profissionais generalistas, com a capacidade de desenvolver atividade multiprofissional de saúde, fundamentado nos princípios éticos, humanísticos, e com competência técnica-científica, para prestar assistência na grande área de atuação farmacêutica. Diante o grande número de estabelecimentos que operam, em todo o país, sem a presença de um profissional, Ronaldo Abrão alertou a importância do farmacêutico, para a saúde da população. “O profissional não é aquele que apenas entrega o medicamento, ele deve acompanhar a saúde do paciente”, disse, citando como exemplo uma pessoa hipertensa, que ao iniciar o tratamento deve ser acompanhada pelo farmacêutico, para certificar os efeitos do medicamento e realizar a aferição da pressão arterial. A pró-reitora de Ensino e Extensão da UNIGRAN, Terezinha Bazé de Lima, enfatizou na abertura da Jornada a importância do farmacêutico na atenção à saúde da população. Para atender a formação generalista, ela destacou a formação acadêmica na instituição, com professores gabaritados e laboratórios de manipulação de fórmulas de alto padrão, na Farmácia-Escola, garantindo excelência no ensino-aprendizagem dos estudantes. A solenidade de abertura contou ainda com a presença da pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa, Bernadeth Bucher. Os temas da Jornada nesta edição, que vai até sexta-feira, são os medicamentos genéricos, a homeopatia, a manipulação em produtos odontológicos e fórmulas de filtros solares. As atividades dão enfoque a diversas especialidades e à formação profissional generalista. (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran