Propostas levantadas na UNIGRAN vão a debate no Fórum Regional de Psicologia.

Em reunião na UNIGRAN, dia 31, Conselho de Psicologia recolheu propostas que serão discutidas em nível regional, nesta sexta-feira.
O Conselho Regional de Psicologia da 14ª Região (CRP-14) promove nesta sexta-feira, 14, em Campo Grande, o fórum regional “Psicologia: profissão na construção da educação para todos”, concluindo um ciclo de debates locais sobre a atuação do psicólogo na educação, que foi iniciado em 24 de outubro, em Mato Grosso. Em Mato Grosso do Sul, um dos três encontros entre profissionais e acadêmicos da área aconteceu na UNIGRAN, no dia 31. Nessa reunião, os participantes escolheram para a pauta do Fórum os temas mídia, políticas públicas e pesquisas em comunidades indígenas. Com relação à mídia, os profissionais questionam certos modelos de pessoas e de papéis que são mostrados na TV e que podem afetar a formação de crianças e adolescentes. Em outro tópico, é proposta uma reavaliação dos critérios de realização de pesquisas científicas em comunidades indígenas. A terceira proposta refere-se à participação do psicólogo na elaboração de políticas públicas em educação, uma área multidisciplinar emergente para a Psicologia, como campo profissional. Segundo a vice-presidente do CRP-14, Marisa Helena Alves Batista, isso de certa forma exige uma mudança de atitude da categoria. Ela falou que a profissão, regulamentada em 1962, permaneceu à margem dos debates políticos e sociais durante todo o período da ditadura militar. “Em função de nós termos nascido às portas da ditadura militar, nós ficamos muito tempo afastados das discussões políticas, perdemos o exercício de discutir as coisas coletivamente”, conta Marisa Helena, pontuando que a própria formação clínica leva o psicólogo a atuar de forma individualizada, “a gente tem força no coletivo e precisa resgatar a coletividade da categoria [porque] em políticas públicas, trabalha-se em equipes multiprofissionais”. A vice-presidente do CRP-14ª Região enfatizou que a Psicologia tem muito a contribuir com a melhoria da educação não só na escola, como também em outros espaços de educação formal e não-formal – creches, no sistema sócio-educativo, assistência social, no enfrentamento da violência e outros. Na escola, ela destaca que é preciso corrigir a visão da atuação do psicólogo – como encarregado dos “alunos-problema” – e defende a re-inclusão da Psicologia nos currículos disciplinares do Ensino Médio. Acerca desse posicionamento, o Conselho aponta que a maioria dos ID_CURSOs do país é direcionada à formação de psicólogos clínicos, e não de professores licenciados para lecionar Psicologia como disciplina escolar. Por esse motivo, a coordenadora do ID_CURSO de Psicologia da UNIGRAN, Aletéia Ferruzzi, enfatizou que a Instituição é a única do Estado que se preocupa com a habilitação pedagógica dos psicólogos, para que possam atuar nas escolas também como professores. Para o Sistema Conselhos de Psicologia, 2008 é o ano da educação. O Fórum que acontece em Campo Grande nesta sexta, assim como foram os encontros, será desenvolvido em quatro eixos: “Política, Psicologia, Políticas Públicas Inter-Setoriais e Educação Inclusiva”; “Políticas Educacionais, Legislação e Formação Profissional”; “Psicologia em Instituições Escolares e Educacionais”, e “Psicologia no Ensino Médio”. (JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran