Acadêmicos de Agronomia realizam simpósio sobre FCO.

Profª. Adriana Peruzzi com palestrante do BB Ivan Barbosa – palestra é uma dos dez eventos realizados por alunos de Agronomia do 4º semestre.
Conhecimento da agricultura de precisão e de tecnologias avançadas de produção no campo. Além desse aprendizado, há um outro muito importante que o agrônomo precisa ter – é sobre crédito e conjuntura econômica. O assunto foi tema de um seminário na UNIGRAN, nesta quarta-feira (29), organizado por alunos do 4º semestre de Agronomia, dentro do ciclo de palestras da disciplina de Extensão Rural. O evento teve como convidado, o agrônomo Ivan Barbosa Lopes, analista técnico do Banco do Brasil. O palestrante enfocou o financiamento por meio do FCO (Fundo Constitucional para o Desenvolvimento do Centro-Oeste), e explicou o sistema de crédito rural, desde a formação de um empreendimento até o seguro agrícola. Em todo o processo, o engenheiro agrônomo tem o papel de maior relevância como consultor e responsável técnico pelos projetos de seus clientes. “Trabalhar com agricultura depende de um fator essencial: dinheiro”, disse Ivan Lopes. Ele explicou que reID_CURSOs para investimentos na produção geralmente não faltam. Contudo, é preciso conhecer muito bem as exigências e entender ainda de leis, administração e economia. “O agrônomo tem que ser um profissional multidisciplinar, não pode ficar só no conhecimento técnico da Agronomia”, falou. O palestrante destacou que, no caso de os reID_CURSOs do FCO não serem aproveitados em um estado, eles são redistribuídos para outros estados do Centro-Oeste. Lopes informou que entre 65% a 70% de todo crédito concedido no país para investimentos e custeio agrícolas são feitos através do Banco do Brasil. Aqui no Estado, os investimentos através do FCO devem somar R$ 750 milhões neste ano. Esse montante é mais que o dobro do total financiado pelo FCO, em 2007. A cana-de-açúcar é a principal razão do aumento dos empréstimos no setor rural. Mas outros segmentos do agronegócio também podem se favorecer com os menores juros desse ID_TIPO de financiamento. Para isso, a professora Adriana Peruzzi também destaca a necessidade de saber elaborar bons projetos. Um dos objetivos dos seminários que ela coordena é desenvolver essa idéia na turma. E pelos resultados, os alunos assimilaram muito bem a proposta. “Eles estão buscando informações para trazer para cá, sobre o que tem de mais moderno no mercado, tanto em produtos, como nessa questão do FCO”, disse a orientadora, comentando que é incomum essa preocupação nos ID_CURSOs de Agronomia. No total, a turma do 4º semestre está realizando dez eventos inovadores, de aplicação prática das teorias da disciplina. “O pessoal confunde muito a Extensão Rural com agricultura familiar, e não é isso: é todo evento que leve informação para o produtor rural, independente de ser agricultura familiar ou empresa, e eles têm que estar preparados para isso”, finalizou. Neste ciclo de eventos, os alunos já realizaram dia de campo, visita e palestras técnicas e, sobre crédito para pequenos produtores, com apoio do Sebrae/MS. (JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran