UNIARTE é aberta ao público em grande espetáculo.

Mantenedores da UNIGRAN Murilo e Cecília Zauith homenagearam Adiles Torres, em noite que teve show do Grupo Tripé.
Grande espetáculo musical e homenagens aos colaboradores da arte sul-mato-grossense. A abertura da UNIARTE, mostra de arte contemporânea promovida pelo ID_CURSO de Artes Visuais da UNIGRAN, destacou na noite desta segunda-feira personalidades que contribuíram para a divulgação e o desenvolvimento da arte regional. O evento, que está na sua 24ª edição reuniu artistas, acadêmicos e a sociedade douradense, culminou com o aniversário dos 32 anos da UNIGRAN. O grupo tripé, formado por Jerry Espíndola, Paulo Simões e Filhos dos Livres encantaram a platéia com a sonoridade da viola e arranjos originais de artistas da terra. As atenções do evento estiveram voltadas à primeira homenageada da UNIARTE, a diretora-presidente do jornal O Progresso, Adiles do Amaral Torres. “Enalteço o grande trabalho da competente equipe da UNIGRAN que durante os 32 anos formou mais de 10 mil profissionais em diversas áreas de atuação. Acompanhei a evolução desta Casa e só tenho a elogiar pela contribuição à cultura e o desenvolvimento da região”, disse Adiles do Amaral Torres. Ela recebeu placa de homenagem do vice-governador e presidente de honra da UNIGRAN, Murilo Zauith e sua esposa Cecília Grinberg Zauith, mantenedora da Instituição. Murilo Zauith fez a abertura oficial do evento e lembrou da trajetória dos 32 anos da Instituição, quando iniciou com os ID_CURSOs de Direito e Administração, em 1976, ao lado da Igreja Imaculada Conceição. “A história da UNIGRAN se mistura com a história de Dourados e Mato Grosso do Sul. E o nosso maior orgulho é ver a UNIGRAN formando profissionais que contribuem com o desenvolvimento do Estado”, ressaltou Murilo Zauith, dizendo que a UNIARTE é um exemplo desse trabalho educacional. “Estão de parabéns os nossos professores, os nossos alunos e todos os artistas convidados, a UNIGRAN está linda em todos os nossos espaços”. A partir desta edição, a UNIARTE incluirá em sua programação anual, homenagens e congratulações as pessoas e instituições que apóiam, incentivam, divulgam ou difundem a arte e a cultura de Mato Grosso do Sul. Foram homenageados ainda quatro grandes personalidades do Estado: Cacilda Mattos, Nelly Martins, Henrique Spengler e Vânia Pereira. E quem esteve presente na abertura da UNIARTE se encantou com o show do grupo Tripé e as mais de mil amostras de trabalhos que estão espalhados pela Instituição. “É um evento muito importante para o Estado. Na trajetória desses 24 anos a arte é representada com muito estilo, não apenas pelas obras, mas principalmente pelo trabalho educacional desenvolvido com as escolas”, comenta o poeta Emmanuel Marinho. Várias autoridades também estiveram presentes, entre elas a reitora da UNIGRAN, Rosa Maria D’Amato De Déa, a pró-reitora de ensino e extensão Terezinha Bazé de Lima, a jornalista e atriz Blanche Torres, o artista plástico e curador da Uniarte, Jonir Figueiredo, entre outros. Música de raiz Optando por um formato totalmente acústico, explorando a sonoridade da viola de 10 cordas, e violões de 6 e 12 cordas, o grupo Tripé incluiu no repertório suas composições mais conhecidas, em arranjos diferentes das gravações originais, além de homenagear nomes de destaque da música da terra: Almir Sater, Alzira Espíndola e Filhos dos Livres. Formado por três gerações, o Tripé é composto por Jerry Espíndola, Paulo Simões e Filho dos Livres (Guilherme Cruz e Guga Borba). O Show marcou a abertura da 24ª UNIARTE. “É a segunda vez mostramos o nosso trabalho em Dourados e a UNIARTE é um grande evento artístico do Estado que eu considero ser uma honra poder participar”, disse Jerry Espíndola. A geração mais nova do grupo também elogiou. “É muito prazeroso participar de um evento tão importante como esse [UNIARTE], quero receber o convite para retornar outras vezes”, declarou Guga Borba. Programação Com o tema “A Identidade, a Diferença e o Hibridismo na Arte Contemporânea”, a mostra de artes da UNIGRAN tornou-se o maior evento de artes plásticas de MS. A escolha do tema deste ano foi feito “pela necessidade da discussão do respeito às diferenças do outro e os trabalhos dos alunos são feitos todos em cima deste tema”, diz Claudia Ollé, coordenadora do ID_CURSO de Artes Visuais e diretora da Faculdade de Educação da UNIGRAN. Na programação da semana está a visitação de escolas públicas e privadas durante o evento que vai até sexta-feira. Haverá palestras sobre a arte na fronteira, contos de Manuel de Barros, lançamentos de livros, exposição de painéis, mostras e feira de arte. Na quarta-feira, a partir das 19h30 haverá mini-ID_CURSO “Ensino da arte, mídia televisiva e infância” que será ministrado por Analice Dutra Pillar (UFRGS) e “As potencias da arte contemporânea” ministrado por Kátia Kanton (USP). Na quinta-feira terá apresentação do Studio Banche Torres, às 15h30, além de palestras e workshops. A programação da UNIARTE é realizada nos três períodos – manhã, tarde e à noite – e termina na sexta-feira com a apresentação à tarde dos Ginasloucos e danças do Camalote Danças Folclóricas e Andanças: lendas e danças folclóricas na fronteira oeste. (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran