Redatora-chefe Globo News fala da diversidade jornalística no X Intercom Centro-Oeste.

Em palestra na UNIGRAN, Vera Íris analisou transformações no Jornalismo em razão de novos reID_CURSOs tecnológicos e interatividade com o público.
O avanço tecnológico tem transformado os conceitos da produção jornalística. Diante dos reID_CURSOs de multimídia, veículos de comunicação como a TV e a internet têm buscado novas performances para trabalhar com os conteúdos de notícia. A jornalista Vera Íris Paternostro, da Globo News, conferencista do X Intercom Centro-Oeste – evento realizado neste ano pela UNIGRAN –, abordou as diversidades do fazer jornalístico nas diferentes mídias em conseqüência do avanço tecnológico, na sexta-feira. Com um currículo de 30 anos de experiência em telejornalismo, passando pelo jornal impresso, Vera Íris foi editora do Jornal Nacional e do Jornal Hoje, coordenadora do “Globo Ciência” e, atualmente, é redatora chefe do “Globo News”, do qual participa desde os projetos de criação do jornal, que é o primeiro canal de jornalismo 24 DATA_HORAs do país. Com o tema “A diversidade da produção jornalística na contemporaneidade”, a conferencista falou sobre as características dos veículos de comunicação sob a ótica das transformações com os reID_CURSOs tecnológicos. O debate foi intermediado pela conselheira do Intercom, professora Anamaria Fadul e pela jornalista Alessandra Fontana, da Rede Globo. A velocidade das informações com o auxílio dos reID_CURSOs tecnológicos proporciona acompanhar os fatos em tempo real. Partenostro citou como exemplo as câmeras portáteis e celulares que estão sendo usados nas transmissões de notícias de correspondentes internacionais. Dos meios de comunicação que mais sofrem alterações com os avanços tecnológicos, a conferencista citou o jornalismo on-line e a TV como os principais agentes, embora um grande problema apontado é que a velocidade da informação na internet está sujeita a erros, podendo perder a credibilidade com os leitores. “A internet tem a velocidade de distribuir a informação, interagir, mas essa agilidade está suscetível ao erro porque deixa de lado a apuração para divulgar o conteúdo. Isso é preocupante”, disse a jornalista. Por outro lado, as informações estão mais acessíveis à população, principalmente quando colaboram com o jornalismo. “Muitas pessoas têm celular com filmadoras, ao passo que a TV não está presente em determinado lugar, pode-se registrar o fato e encaminhar a emissora”, comentou. Das principais transformações na TV, Paternostro citou a participação do público em quadros de entretenimento e no jornalismo com o “Você repórter”, no qual as pessoas encaminham notícias para ser publicada. “O blog é uma das ferramentas que mais revolucionaram a comunicação. É um espaço onde se pode expressar as idéias, sentimentos”, disse, referindo-se como o meio mais democrático de comunicação. Ao tempo que palestrava, a jornalista apresentava vídeos aos conferencistas para mostrar as transformações ocorridas com a mídia por meio dos avanços tecnológicos.(FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran