ReID_CURSOs hídricos e milho safrinha/pastagem são debatidos na Semana Integrada

Professor destaca que a gestão de reID_CURSOs hídricos para implementar a gestão ambiental deve ser realizada em estrutura organizacional
A água como reID_CURSO estratégico à humanidade e a braquiária na produção da palha para o sistema do plantio direto foram as principais temáticas discutidas na segunda noite da Semana Aacadêmica Integrada dos ID_CURSOs de Arquitetura e Urbanismo, Agronomia e Tecnologia em Produção Vegetal da UNIGRAN. Com importância ecológica, econômica e social, a água sustenta a biodiversidade e suporta todos os ciclos naturais. Com o tema “Gestão de reID_CURSOs hídricos e planejamento territorial,” o palestrante Felipe Augusto Dias, professor da UCDB, destacou que o planejamento é a principal ferramenta de aprendizagem social no qual a sociedade e os governantes constroem a visão crítica e coletiva da realidade para tomar decisões e escolher as alternativas das ações necessárias à construção do futuro desejado. Um dos grandes problemas apontados por ele é que a população desperdiça muita água e as cidades não possuem planejamento territorial por meio dos reID_CURSOs hídricos, ocasionando as enchentes. “Gestão de reID_CURSO tem que ser feita através de uma visão integrada, que aproveita ações já existentes”, definiu. Ele explica que o sistema de gestão deve ser pensado de forma global para incluir a estrutura organizacional, responsabilidades, processos e reID_CURSOs para uma organização implementar a gestão ambiental. “Assim, o sistema de gestão ambiental tem como objetivo auxiliar as organizações a alcançarem seus objetivos ambientais e econômicos; através do controle de perdas e a prevenção de problemas, tendo-se uma visão sistemática de negócios”. Milho safrinha/pastagem Na segunda palestra da noite, “Consórcio do milho safrinha/pastagem”, o engenheiro agrônomo Gessi Ceccon pontuou a importância da braquiária na produção da palha para o sistema do plantio direto do milho safrinha e da soja de verão. As características dos diversos ID_TIPOs de solo que predominam no sul do Mato Grosso do Sul são fatores determinantes para a rápida decomposição da matéria orgânica sobre o plantio na região. Como alternativa diferente para ampliar o volume de palhada no solo e garantir suporte ao plantio direto, os produtores da região sul passaram a utilizar a braquiária, que é uma espécie de capim usado para a formação de pastagem. “A planta, que possui uma decomposição mais lenta, em relação à aveia e ao milheto, está sendo usada com sucesso pelos produtores rurais, tanto para a formação de matéria orgânica no solo para o plantio de verão, quanto para o pastoreio do gado no inverno”, explicou. “Depois de colhido o milho, a braquiária já está totalmente formada, podendo ser utilizada, antes mesmo do plantio da soja, como opção de pastoreio para o gado”, resume o agrônomo, destacando que o agricultor deve saber utilizar dose certa de semente no plantio para a braquiária não concorrer com o milho. Para o melhor aproveitamento, o especialista definiu que a semente da planta deve ser colocada em profundidade de quatro centímetros, considerado fator ideal para manter a sua umidade e reter o aquecimento elevado do solo a fim de facilitar a germinação. “Após o desenvolvimento da braquiária, a cultura do milho passa a ter crescimento mais estável”, acrescentou. (FV-CM)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran