Contabilista defende fiscalização rigorosa e menos tributos para as empresas.

Wanderlei da Silva abriu palestra mostrando o quanto de impostos o douradense havia pago, neste ano, até aquele instante: quase R$ 191 milhões.
O professor doutorando em Ciências Empresariais Wanderlei Ben Hur da Silva, especialista em Contabilidade Gerencial e mestre em Gestão Agroindustrial, considera que o bom planejamento tributário e a apresentação de informações corretas são importantes para desonerar parte da carga tributária que pesa sobre as empresas e pessoas físicas, no Brasil. “A carga é elevadíssima, e determinante na administração de quem está na legalidade, uma vez que a margem de lucro líquido, de qualquer empresa, não chega a dez por cento”, diz. Ben Hur fez a palestra final da “IV Semana Integrada de Administração e Ciências Contábeis” da UNIGRAN, sexta-feira (19), destacando a importância do contador para as empresas, num cenário em que 40% de suas receitas vão para os impostos e tributos. Para os especialistas, a carga excessiva induz à sonegação e torna a concorrência desleal. Para o professor, a solução é a redução da carga e uma boa fiscalização, principalmente, sobre os maus pagadores de tributos. “Essa é a única maneira de tornar a concorrência leal”, acredita. O palestrante abriu o seminário “Finanças e Contabilidade com Vantagem Competitiva”, mostrando o impostômetro. O mecanismo elaborado pela Associação Comercial de São Paulo está acessível on-line no site www.impostometro.org.br. . Ele calcula a arrecadação de vários impostos federais, estaduais e municipais segundo a segundo. A informação tem o objetivo de chamar a atenção das pessoas para a responsabilidade cívica de exigir o retorno dos reID_CURSOs em forma de melhores serviços para a população. Informação e conhecimento Falando de outra temática, mas também de informação, outro convidado, Reinaldo Godói, disse aos alunos que “se eles não transformarem informação em conhecimento, o mercado de trabalho não vai poder absorvê-los”. Especialista em marketing e professor de graduação e pós-graduação, Godói fala que informação transformada em conhecimento resulta na valorização das competências do profissional, exigência maior do mercado. Para ele, os negócios entre empresas situadas em diversos países, a velocidade das informações e os efeitos que causam em todos os lugares é o que determina as habilidades necessárias hoje. Por isso, Godói aconselha a formação contínua do profissional, como aprender idiomas, melDATA_HORAr as competências de relacionamento. “Eu vim falar para essa meninada para não perder tempo na sua formação; senão, o mercado não vai perdoar: o mercado não oferece emprego, o mercado oferece oportunidades para eles provarem que são competentes, e competência a gente forma aqui, na faculdade”, disse em entrevista. Dentro do programa da Semana de Administração e Contábeis, os acadêmicos tiveram também palestra com Mateus Caldasso, que explicou o funcionamento da bolsa de valores e do mercado de ações no Brasil. (CN – JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran