MÍDIA: Marco faz exposição inédita na UNIARTE.

Obras do Museu de Artes Contemporânea de MS, como as piranhas de lata, podem ser apreciadas na rara exposição que acontece na UNIGRAN.
(O Progresso 2-10) - A XXIII UNIARTE discute o meio ambiente. Com essa temática, a Coordenação do evento selecionou em Campo Grande 23 obras de artistas plásticos de Mato Grosso do Sul. O acervo, que pertence ao Museu de Arte Contemporânea, tem atraído a atenção dos visitantes da exposição. "O interessante é que todos os trabalhos retratam algo sobre o meio ambiente. É importante que tenhamos este contato com o mundo das artes plásticas para percebemos o quanto aprendemos com ele", disse a professora de matemática Tânia Mara da Silva. Além do acervo do Marco, a Uniarte expõe obras de artistas locais, como, da artista-plástica Blanche Torres (diretora de O Progresso), e Cello Lima, Paulo Rigotti e Claudia Olle (professores da UNIGRAN). De Corumbá, o artista plástico Jorge Almeida, tem também se destacado. "O trabalho do artista Jorge Almeida é impressionante. Muito legal a forma com que ele montou as peças com ferro", disse a farmacêutica Viviane Alencar, sobre as duas peças confeccionadas com restos de bicicletas e motocicletas. Este trabalho de Almeida faz parte do acervo de Blanche Torres. A coordenadora do ID_CURSO de Artes Visuais da UNIGRAN, Claudia Olle, acredita que a exposição do Marco em Dourados demonstra a seriedade e o compromisso que a UNIARTE tem com a comunidade. "A população, em geral, não tem sempre a oportunidade de prestigiar os trabalhos dos artistas de Mato Grosso do Sul. Para o ID_CURSO de Artes Visuais da UNIGRAN, é um privilegio poder proporcionar cultura à população", disse a coordenadora, que é curadora da mostra, juntamente com Paulo Rigotti. A XXIII UNIARTE é aberta ao público e vai até sexta-feira na UNIGRAN. Hoje estão previstas apresentações de música; dança de rua; exposições coletivas de desenhos, colagens, pinturas, fotografias, vídeo-animação, instalações e objetos confeccionados pelos acadêmicos de Artes Visuais da instituição. MARCO Com 4 mil metros quadrados de área construída, divididos em cinco salas e um auditório com capacidade para 105 pessoas, o Museu de Arte Contemporânea de MS se tornou um ponto turístico indispensável a quem visita a capital de Mato Grosso do Sul. Aos 16 anos, o Museu possui um belo acervo, de mais de 900 peças, incluindo obras que remontam à trajetória das Artes Plásticas no Estado. A biblioteca do Marco tem cerca de 1.500 livros, revistas e catálogos nacionais e internacionais. Vídeos sobre a história da Arte, do Cinema, da Arquitetura e da Fotografia também compõe o acervo artístico mais rico do Estado.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran