Decano da UNB afirma que pesquisa é um setor em crescimento.

Prof. Márcio Pimentel ministrou aula solene para a segunda turma de Mestrado Interinstitucional em Saúde, sexta-feira, na UNIGRAN.
Dimensionar o crescimento do sistema de pós-graduação do país nas últimas décadas e compará-lo com o mercado de Mato Grosso do Sul foi a principal tarefa do decano de pós-graduação e pesquisa da Universidade de Brasília (UNB), Márcio Martins Pimentel, durante a aula Inaugural da segunda turma de mestrado em Saúde, que acontece através da parceria UNIGRAN/UNB. Pimentel apresentou dados estatísticos que revelam investimentos governamentais na pesquisa, a partir da virada do século, e chamou a atenção dos 21 novos mestrandos para a importância da atividade. Comparada às demais regiões do país, o centro-sul só supera a região norte em número de mestres, doutores e mestres profissionais, o que abre caminho para um projeto que deverá injetar investimentos na pesquisa científica da região, através do Plano Nacional de Pós-Graduação. “Vejo a parceria com satisfação. É dever da UNB com a sociedade poder colaborar com iniciativas que pretendem formar gente de toda a região centro-oeste. Vejo com muita alegria e com muito incentivo também”, disse ele, referindo-se à parceria entre as duas instituições. Em sua fala de abertura, a reitora Rosa Maria De Déa lembrou que a UNIGRAN trabalhou por dois anos para concretizar o ID_CURSO de mestrado porque sempre esteve focada em firmar parceria com a Universidade de Brasília. “Trabalhamos anos para trazer o que se tem de melhor, o mestrado em Saúde da UNB”, disse. Ela também agradeceu à instituição parceira, na pessoa do coordenador do mestrado Interinstitucional de Saúde, Dr. Carlos Alberto Tomaz, a prorrogação do convênio que tornou possível a abertura da nova turma. “O que tem sido relatado na UNB para gente é extremamente positivo e, por isso, estamos renovando e vamos renovar [a parceria] enquanto for necessário”, afirmou o decano em entrevista exclusiva ao Decom, referindo-se também à qualidade dos trabalhos realizados pela primeira turma de mestrado em saúde formada em Dourados. Preparação – Analisando o panorama da pesquisa no estado e região, o professor Carlos Tomaz assinalou a necessidade de avanços na área da pesquisa de uma maneira geral, particularizando o estado de Mato Grosso do Sul e, mais particularmente ainda, a área das ciências da saúde. “Por conseguinte, isso implica que a UNIGRAN, como sendo uma instituição da área de Ciências da Saúde inserida dentro da região centro-oeste, ainda precisa crescer”, disse, lembrando que a entidade está investindo em uma das condições para que isso ocorra: qualificado pessoas. A outra exigência, segundo ele, é que “haja um apoio por parte dos órgãos governamentais em termos de ajudar no processo de dar financiamento a essas pesquisas, seja através da Fundação Estadual de Apoio à Pesquisa, seja através do Conselho Nacional de Pesquisa”. (CN-CM)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran