Gellgran prepara pesquisa de campo sobre Estudo Sociolingüístico.

Professores e alunos de Letras, orientados pela prof. Nara Sgarbi, se interessam em estudar usos que se fazem da língua portuguesa em nossa região.
O Grupo de Estudos Literários e Lingüísticos da UNIGRAN (Gellgran), esteve reunido neste sábado para dar andamento ao estudo sociolingüístico da região da Grande Dourados. Coordenado pela professora doutora Nara Sgarbi, o grupo, único a abordar estudos como este em Mato Grosso do Sul, conta com 35 alunos que vêm se dedicando à teoria que embasa a matéria e preparam-se, agora, para a pesquisa de campo. O foco do trabalho é a variante lingüística em relação à concordância verbal e o trabalho do último encontro foi em torno da delimitação da célula social, do perfil dos entrevistados e da elaboração do questionário a ser aplicado junto às pessoas pesquisadas. O grupo deverá basear o questionário no modelo do Projeto Atlas Lingüístico do Brasil (Projeto ALiB), que estuda o tema no país inteiro, fazendo as adequações necessárias à pesquisa regional. A idéia inicial era estudar a variação lingüística em Dourados, mas a pesquisa se espalhará pelos municípios da grande Dourados e recebeu contribuições de grupos semelhantes, que atuam no estudo do mesmo tema nos estados de Paraná e Santa Catarina. A troca de informações entre os estados será de grande importância para a realização de estudos comparativos posteriores e para montar um acervo de variedade lingüística comum a todos eles. A coordenadora ressaltou a importância de os pesquisadores manterem uma relação bastante pessoalizada com os pesquisados, lembrando que somente nas situações em que o falante fica a vontade é que ele deixa de lado as regras do padrão culto, para aplicar, então, o que ela determinou como “a linguagem pura, aberta”, ou seja, sem policiamento. “Nosso foco de estudo é a terceira pessoal do plural [eles] e como é feita a concordância verbal nesses casos”, salienta a coordenadora. Nara Sgarbi também fez questão de salientar para os participantes que, apesar do processo de trabalho agora exigir a pesquisa de campo, a teoria continua a ser debatida e estudada, uma vez que a análise será feita à luz dos teóricos do projeto. (CM)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran