Desenvolvimento depende de justiça organizada e “bom governo”, diz professor de Direito.

Decano da Universidade Mackenzie ministrou aula aberta no ID_CURSO de Direito da UNIGRAN, com enfoque na gestão do governo e acesso à justiça.
Para o professor Ademar Pereira, pró-reitor de assuntos acadêmicos da Universidade Mackenzie (SP), o país passa um momento de crise que possibilita a “construção” de pensamentos novos, na direção da modernização de suas instituições. O convidado do ID_CURSO de Direito da UNIGRAN, que ministrou a palestra “Bom governo, acesso à justiça e desenvolvimento econômico”, na quarta-feira, entende que a estabilidade e a transparência do governo e do judiciário são necessárias ao desenvolvimento e ao crescimento econômico da nação. Na atual onda de escândalos, que envolvem casos de corrupção e o crime organizado, a direção da Faculdade de Direito considerou oportuna a discussão do tema proposto para o seminário. “Vive-se em plena era de busca de novas referências, para a definição e o redesenhamento da sociedade e, por conseguinte, é mister que faça parte da formação de nossos acadêmicos eventos que tragam inquietações, que abordem os problemas sem subterfúgios”, diz a professora Noemi Mendes Siqueira Ferrigolo, diretora da Faculdade de Direito da UNIGRAN. Ela fez a abertura do seminário, dando as boas-vindas ao palestrante. Ademar Pereira é personagem ilustre da história do ID_CURSO de Direito da UNIGRAN, do qual foi coordenador, entre 1983 e 1995, entre outras funções que desempenhou na Instituição. Ele foi também juiz de Direito em Mato Grosso do Sul. Atualmente, é o secretário-geral da Comissão Federal de Ensino Jurídico do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, membro da Academia Paulista de Letras Jurídicas, e professor da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie. Ele definiu “bom governo” como sendo o governo com políticas de Estado, duradouras, e não de partidos, e com um sistema judiciário ágil e acessível. Nesses critérios, deve haver estabilidade de programas e das leis, para que “o cidadão saiba o que o governo realmente pretende”. O palestrante disse que, no aspecto confiança, a justiça lenta prejudica o que seria um bom governo e o próprio desenvolvimento econômico. “Nenhum país consegue se desenvolver bem se não tiver um bom governo, e o que pode afetar o bom governo é o acesso à justiça: os investidores estrangeiros temem ingressar no país porque sabem que um dos grandes problemas é a justiça morosa, uma justiça que não decide e isso é ruim; então, o acesso à justiça tem que ser organizado e tudo isso forma um conjunto que leva à governabilidade e [por isso] não podemos pensar em projeto de governo partidarizado”, avaliou o palestrante. (JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran