Empresários falam de empreendedorismo no ID_CURSO de pós em gestão de negócios.

Prof. Marcelo Koche (centro) recebeu Arthur Ferreira e Guilhermina Ortiz, como convidados da aula de sábado, na UNIGRAN.
Se existe a fórmula do sucesso, dois empresários de renome em Dourados deram a receita à turma de pós-graduação em Gestão Empreendedora de Negócios da UNIGRAN. O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced), Arthur Ferreira Pinto Filho, empresário do ramo de refrigeração, e a farmacêutica e bioquímica Maria Guilhermina Pereira Ortiz, do segmento de farmácia de manipulação, participaram da aula de sábado (26), como palestrantes e motivaram os alunos do ID_CURSO. A turma quis saber como os empresários lidam com questões como concorrência, gestão financeira, estratégias de mercado e crescimento, atualização tecnológica e adaptação a mudanças, escolha dos colaboradores e delegação de poder, por exemplo. Empresários e empresárias administram seus negócios da mesma forma? Esse foi outro ponto de interesse, previsto no planejamento da aula. De acordo com o professor Marcelo Ioris Koche, diretor da Faculdade de Administração da UNIGRAN e professor da disciplina de Empreendedorismo, os palestrantes foram convidados pelos próprios alunos. A proposta foi obter informações relacionadas às teorias da administração, a partir dos relatos de experiências e da história pessoal de cada um. “Além da proposta de ouvir empresários experientes – a experiência faz parte de uma boa gerência –, o propósito das entrevistas foi saber quais são as dificuldades do empresariado e as oportunidades existentes e, ao mesmo tempo, comparar com o perfil da mulher empreendedora”, disse Marcelo Koche. O professor aponta que, de cada quatro negócios no Brasil, um é empreendido por mulher e o percentual de participação cresce no mundo todo. EMPREENDEDORISMO Mas sendo mulher ou homem e em qualquer ramo, alcançar posição firme no mercado é uma conquista diária. Apesar das evidentes diferenças de perfis, os convidados revelaram idéias comuns e que caracterizam o empreendedor. Uma delas é a de que as coisas não andam só com talento. “É preciso trabalho, muito trabalho, todo dia, o dia inteiro”, disse Arthur Ferreira que, por outro lado, fala também que não basta disposição para o trabalho, é preciso também ter conhecimento, “eu conheço pessoas que são trabalhadoras, mas despreparadas para a atividade que exercem, então, sem sombra de dúvidas, o conhecimento é 50% do sucesso e a formação acadêmica, indispensável para um empreendedor, hoje em dia”. A fala é de uma pessoa que precisou ir em busca de muitos conhecimentos tecnológicos e de gestão empresarial para se adaptar às grandes mudanças ocorridas em seu segmento. Se há trinta anos a sua empresa estava bem, vendendo dez aparelhos de ar-condicionado por mês, hoje são necessárias duzentas vendas mensais para mantê-la. E isso num mercado incomparavelmente mais competitivo do que era no passado. Tanto o presidente da Aced, como Guilhermina Ortiz diz que cada dia apresenta uma dificuldade diferente a ser superada, com soluções novas. Para eles, que estão em suas respectivas atividades há mais de 20 anos, com a energia do início, as dificuldades são as motivações de que precisam. “Momento difícil, a gente passa todo dia e, nesse ponto [realização], sou uma pessoa que nunca está satisfeita: acabei de fazer uma coisa, deu certo, está funcionando, a minha cabeça já está lembrando de outro projeto, de outra coisa que pode ser melDATA_HORAda”, conta Guilhermina. O seu projeto da vez é o de um estabelecimento que vai oferecer atendimento personalizado aos clientes, baseado no conceito de atenção farmacêutica em saúde. A idéia é uma forma de conservar a posição de destaque da empresa, na região. Mas para chegar até esse ponto, a farmacêutica fez inúmeras especializações, principalmente, na área de farmácia industrial. Sua empresa teve ainda que ganhar muita eficiência também na parte administrativa, para fazer frente à concorrência, em um mercado que passa por sensíveis mudanças. As pressões vêm das novas leis, do constante avanço tecnológico, na fabricação de medicamentos e de cosméticos, dos clientes cada vez mais exigentes e de concorrentes nem sempre leais. Por isso, ao lado do conhecimento e da motivação para o trabalho, a convidada relacionou outro componente da fórmula de sucesso, na vida de um empreendedor. “A ética é o fundamento de tudo. Se uma pessoa trabalhar com ética, nem que ela vá com mais dificuldades, não tem como não ir para frente; na minha experiência, a ética, a qualidade... são o meu norte; o dinheiro, o sucesso vieram depois, como conseqüências do trabalho”, disse. Os empresários convidados são os principais executivos da Termocon e da Farmaphórmulas. (JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran