Produtores e estudantes elogiam simpósios da UNIGRAN, na Expoagro.

Zootecnista Charles Kiefer fala de alimentação alternativa de suínos, em tempos de alta do milho.
Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento sustentável do agronegócio de suínos, levando informações técnicas aos produtores do Estado sobre questões ambientais, de genética, produtividade e sanidade do rebanho, a UNIGRAN promoveu o 6º Simpósio de Suinocultura, segunda-feira, em parceria com o Sindicato Rural de Dourados. O evento, realizado na seqüência do Simpósio de Avicultura, integra o programa de palestras da 43ª Expoagro. Acadêmicos de Medicina Veterinária, Agronomia, Tecnologia em Manejo e Nutrição Animal da UNIGRAN e de outras faculdades de Dourados, produtores rurais e funcionários de empresas douradenses participaram do evento. “Essa é a quarta vez que participo do simpósio, sempre gostei e acho que esse ano o nível está mais alto. Os assuntos são bem práticos e atuais”, disse o produtor Rui Evaldo Nunes Escobar. No Simpósio o zootecnista Charles Kiefer, doutor pela Universidade Federal de Viçosa e professor da UFMS , apresentou o painel “Viabilidade Técnica Econômica da Utilização de Alimentos Alternativos na Suinocultura”; e o médico-veterinário Luiz Antonio de Sousa Cardoso Paro, especialista em nutrição e pastagem pela Escola de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP), fez uma palestra sobre a “Utilização de Efluentes de Biodigestores da Suinocultura como Fertilizantes para a Produção de Bovinos”. Os dois temas, segundo o coordenador de Medicina Veterinária da UNIGRAN traduzem a orientação dada aos simpósios de ano: a integração de atividades diferentes, em uma mesma propriedade. Robson Almeida disse que o aproveitamento dos resíduos de uma atividade, em outra, favorece a diversificação e representa redução de custos de produção e de impactos negativos ao meio-ambiente. A importância de eventos como este é destacada pela professora dos ID_CURSOs de Medicina Veterinária e Agronomia Cláudia Zanella. “Muito bom, porque faz com que o aluno tenha um contato maior com os produtores e adquirindo experiência”, disse ela. Para o acadêmico Rodrigo Fonseca, o interessante é sempre buscar um conhecimento maior. “Já tínhamos uma base e, agora, estamos tendo um complemento de nossas aulas”, disse o estudante de Medicina Veterinária. (AV-JR)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran