ID_CURSOs de Enfermagem e Biomedicina integram "brigada" contra o câncer de mama.

Profª. Érica Ferri disse que cem alunos integram projeto integrado de prevenção e diagnóstico precoce do câncer na periferia e área rural de Dourados
Os ID_CURSOs de Enfermagem e Biomedicina da UNIGRAN, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, a Rede Feminina de Combate ao Câncer e a UEMS (Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul) vão desenvolver campanhas de alerta e prevenção ao câncer de mama nos bairros da periferia e nos distritos de Dourados, a partir deste domingo, 9. O trabalho começará pelo Parque das Nações I, na unidade de saúde do bairro, que fica à Rua Filomeno João Pires, nº 2.568, e mobilizará um pequeno “exército” de voluntários, professores, médicos e estudantes. Da parte da UNIGRAN, o projeto de extensão “Mama Minha” conta com o envolvimento de cem alunos, mais os professores orientadores. A equipe participou de um ID_CURSO de capacitação específica para esse projeto, elaborando os materiais educativos e as metodologias de coleta de dados para pesquisas e de atendimento às mulheres. A população contará também com médicos mastologistas da Rede Municipal de Saúde para fazer consultas. A coordenadora do ID_CURSO de Enfermagem, professora Érica Kaneta Ferri, explicou que, além do trabalho educativo, ensinando a fazer o auto-exame dos seios, por exemplo, os acadêmicos farão exames para verificar sintomas da doença. Nos casos de alteração, a paciente será encaminhada aos médicos para avaliação mais detalhada no próprio local da campanha. O ID_CURSO de Biomedicina vai se encarregar da realização dos exames laboratoriais que os médicos solicitarem. “Nós temos um cronograma de atividades, todo mês a gente vai a um local já previamente discutido com a equipe, e o intuito dessa parceria é levar o diagnóstico às mulheres, especialmente, nas periferias e nos distritos de Dourados”, disse a coordenadora. A ação conjunta nos bairros mais populosos e na área rural de Dourados tem o objetivo de dar assistência a uma camada da população que tem menor acesso à informação. Estudos apontam que, apesar do aumento dos fatores de risco, as taxas de mortalidade por câncer mantêm-se estáveis nas sociedades onde as mulheres são mais bem-informadas acerca dos riscos da doença e contam com assistência médico-hospitalar e políticas de detecção precoce do câncer. No Brasil, entretanto, a taxa de mortalidade por câncer de mama cresceu, entre 1979 e 1998, de 6,14 pacientes por 100 mil habitantes para 9,7 entre 100 mil pessoas. Hoje, o câncer é a segunda maior causa de morte por doenças e os analistas prevêem que o câncer de mama poderá ser a primeira causa de mortalidade por câncer no Brasil, em alguns anos. “É fundamental que haja mecanismos pelos quais os indivíduos, motivados a cuidarem de sua saúde, encontrem uma rede de serviços quantitativa e qualitativamente capaz de suprir essa necessidade de atendimento”, diz o projeto, na parte de justificativa. O projeto de extensão “Mama Minha” será levado, na seqüência, às regiões urbanas das Vilas Cachoeirinha e São Brás, em 14 de maio e 18 de junho, respectivamente, e aos distritos de Formosa, Macaúba, Itahum, Vila Vargas e Indápolis, ao longo do segundo semestre. (IB - JRA)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran