ID_CURSO de Medicina Veterinária inicia, com pioneirismo, transferência de embriões em ovinos.

Alunos estão sendo capacitados nas técnicas transcervical, acima, e convencional de transferência de embriões.
Os criadores da região logo contarão com uma técnica de reprodução assistida que é inovadora até mesmo nos estados mais adiantados do país. A UNIGRAN e a Embriart – empresa de genética e reprodução animal, parceira do ID_CURSO de Medicina Veterinária da Instituição – realizaram, semana passada, a primeira colheita feita em Mato Grosso do Sul de embriões em ovinos pela técnica transcervical. Trata-se de um procedimento de alta complexidade, que só recentemente tornou-se possível em ovelhas, e não se tem notícia de que ela tenha sido já realizada aqui no Estado. A alternativa com que os produtores contam agora é a mais eficiente na reprodução de ovelhas de linhagem avançada. A primeira transferência dos embriões do útero de uma doadora para os das ovelhas “barrigas de aluguel”, por meio da nova técnica, foi feita com sucesso pelo professor Marcelo Zoccolaro Costa, na Fazenda Mata Sede, em Rio Brilhante, tendo alunos do ID_CURSO de Veterinária como assistentes. A equipe fez, também, a inseminação artificial de ovelhas com uso da técnica de laparoscopia, pela qual se introduz o sêmen diretamente no útero da fêmea, através de sonda, e a transferência de embriões por meio de cirurgias, a forma convencional para ovelhas. Segundo disse o professor Marcelo Zoccolaro, a combinação das modernas técnicas de reprodução assistida, que são objetos de pesquisa e de capacitação no ID_CURSO de Veterinária da UNIGRAN, vai impulsionar a ovinocultura do Estado. Os produtores terão acesso às técnickas por meio de projetos de difusão científica que a Instituição está preparando. “No Brasil todo, existe uma demanda crescente no setor da ovinocultura; porém, ainda temos animais de baixa qualidade genética, no geral. Então, com a tecnologia de transferência de embriões, nós vamos conseguir multiplicar os animais geneticamente superiores e melDATA_HORAr a qualidade do rebanho”, prevê o professor. Ele explicou que, em bovinos, a técnica transcervical de colheita de embriões é realizada desde a década de 1950. Essa técnica é preferível à de acesso ao útero pela barriga porque traz menos riscos de complicações pós-cirúrgicas. Mas no caso das ovelhas, os ossos da cérvix são bastante tortuosos e isso dificulta o acesso do cirurgião ao útero. “Na técnica transcervical, que está sendo desenvolvida, a gente consegue passar pelas cérvices, que são pequenas e tortas, e coletar os embriões sem a necessidade de abrir a barriga do animal. Isso se tornou possível com os novos equipamentos e medicamentos, que relaxam a cérvix, e permite a passagem dos instrumentos de coleta”, explicou o professor. Marcelo Zoccolaro fez seu mestrado em reprodução de bovinos e ovinos nos Estados Unidos. Ele explicou que os acadêmicos de Medicina Veterinária da UNIGRAN estão sendo capacitados a utilizar todas as técnicas de reprodução assistida hoje aprovadas.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran