Acadêmicos de Educação Física trazem medalhas do brasileiro de Orientação.

Anderson, Kátia e Leonardo tornaram-se adeptos da orientação no ID_CURSO de Educação Física e já se destacando em competições nacionais.
Dois terceiros e um 13º lugares em provas com competidores de todo o país. Os acadêmicos do 4º ano de Educação Física da UNIGRAN, Anderson de Oliveira Mamede e Karina de Oliveira França inscreveram seus nomes entre os melhores corredores brasileiros de Orientação deste ano no Troféu Brasil de Orientação, realizado no Jardim Botânico de Brasília, de 11 a 14 deste mês. Os atletas iniciaram-se no esporte há cerca de dois anos, em atividades promovidas pelo ID_CURSO de Educação Física da Instituição, em parceria com a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Dourados, e hoje se destacam entre os atletas do Clube de Orientação de Dourados e da Federação de Orientação de Mato Grosso do Sul. As competições em Brasília foram realizadas em três etapas, cada uma cumprida em pistas diferentes, conforme a categoria. A classificação final ficou determinada pela soma resultados obtidos pelos atletas em cada pista. O Jardim Botânico de Brasília conserva área originais de cerrado do Centro-Oeste brasileiro e isso foi um fator de dificuldade para Marcos Leonardo dos Santos, de 21 anos, que ficou em 10º lugar, na categoria H21N (iniciantes). “A vegetação é muito diferente da nossa e eu tive muita dificuldade no primeiro dia. Lá é cerrado e eu estranhei porque todos os locais são muito parecidos”, disse o estudante, que se tornou adepto da Orientação por ser um esporte praticado na natureza, que desenvolve no praticante os sentidos de posicionamento geográfico e de direção, capacidade para tomadas rápidas de decisão e de trabalho em equipe, e que faz bem à mente e ao físico. Anderson Mamede, 28, campeão estadual e terceiro colocado na mesma categoria do Troféu Brasil, difunde o esporte e seus benefícios na escola em que já trabalha. Ele cumpriu os três perID_CURSOs do Jardim Botânico de Brasília em 48 minutos e 26 segundos, 22m02s e em 26m34s. Na soma dos tempos, o primeiro colocado (João Rafael, de Brasília) obteve dez minutos de vantagem. Mamede superou 23 adversários. A próxima participação dele será no sul-americano, que acontece no Rio Grande do Sul, de 2 a 4 de dezembro. “Não só gosto de esporte, como o estou usando como matéria extracurricular na Escola Francisco Meirelles (Reserva Indígena). Tive a oportunidade de fazer uma prova na Escola e todos os alunos gostaram e querem fazer de novo”, disse o atleta. A também formanda de Educação Física Karina de Oliveira França, 30, ficou de fora nas duas últimas etapas do circuito estadual de orientação, por problemas de saúde, e avalia que isso prejudicou a sua preparação para o Troféu Brasil. Ainda assim, a atleta conquistou o 3º lugar nas provas femininas da categoria D21N (iniciantes), superando vinte concorrentes. “Eu fui pra lá não na expectativa de trazer o 3º lugar, mas sim de participar, conhecer, ter uma experiência nova. Essa é uma prova de resistência, velocidade, e a gente tem que prestar muita atenção nos pontos onde está, e o 3º lugar foi uma surpresa, mas com certeza eu corri atrás dele”, disse a estudante da UNIGRAN. Karina cumpriu os perID_CURSOs que variaram de 2.500 a 3 mil metros de distância no meio da mata, em 55m14s, 32m31s e 46m27s. O tempo total foi 2h14m12. A segunda colocada, Lidiane Gomes, de Tocantins, obteve o tempo geral de 2h00m29, e a campeã da prova, Márcia da Silva, do Paraná, 1h50m06.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran