Nutrição
Habilitação BACHAREL
Reconhecimento Curso Nota 4
Investimento R$ 923.00
Duração e Periodo MATUTINO|NOTURNO
8 semestres

* Valor da mensalidade com desconto de pontualidade, válido somente para pagamento até o dia 10 de cada mês.
VESTIBULAR INSCRIÇÕES ABERTAS INSCREVA-SE
O nutricionista é o profissional responsável por regular a relação das pessoas com a alimentação, garantindo o equilíbrio entre saúde e prazer. Realiza seu trabalho ao planejar e gerir programas de alimentação para pessoas comuns, empreendimentos do setor gastronômico, hotéis, escolas e empresas diversas.

A UNIGRAN possui uma ampla infraestrutura para garantir a prática aos acadêmicos, que durante a formação realizam estágios supervisionados no Núcleo de Nutrição, localizado na área central da cidade, onde são prestados serviços de orientação nutricional à população. Além do núcleo, conta também com os laboratórios de Técnica e Dietética e de Avaliação Nutricional.

O curso tem duração de oito semestres e engloba diversas disciplinas da área da saúde, além das especificas relacionadas à nutrição, como anatomia; bioquímica; fisiologia; patologia; parasitologia, entre outras. A biblioteca da Instituição também conta com um enorme acervo de títulos específicos para o tema, de maneira a garantir que o mercado de trabalho receba um profissional devidamente apto ao exercício da função.
Introdução à anatomia. Sistema ósseo. Sistema muscular. Sistema nervoso. Sistema circulatório. Sistema respiratório. Sistema digestório. Sistema urinário. Sistema genital masculino e feminino. Sistema endócrino. Sistema tegumentar.
A bioquímica e a organização celular. Água. pH e tampões. Proteínas. Carboidratos. Lipídeos.
Introdução. Estrutura e função celular. Ciclo celular. Biotecnologia genética. Padrões de transmissão e manifestação genética. Sistema reprodutor feminino e masculino. Desenvolvimento humano- primeira semana. Segunda semana. Terceira semana. Quarta à oitava semana. Placenta e membranas fetais. Teratologia.
Evolução histórica do profissional nutricionista. Áreas de atuação do profissional. História da Alimentação. Introdução à ciência da nutrição.
Linguagem verbal e não verbal como representação da realidade. O processo de comunicação. Leitura, interpretação e produção de textos orais e escritos, com enfase em seus aspectos estruturais, semânticos, sintáticos, pragmáticos e discursivos. Gêneros textuais. Análise linguística dos textos produzidos pelos acadêmicos
Composição dos alimentos. Transformações bioquímicas em alimentos de origem animal e vegetal. Enzimas no processamento de alimentos. Métodos de conservação dos alimentos. Análise sensorial de alimentos.
Conceitos básicos e classificação dos nutrientes. Grupos de alimentos e sua composição química (nutrientes e não nutrientes): alimentos de origem animal e vegetal.
Conhecimentos histológicos fundamentais sobre os tecidos: epitelial, conjuntivo, adiposo, cartilaginoso, ósseo, nervoso, muscular, sangue, órgãos dos sistemas circulatório, tegumentar, digestório, respiratório, imunitário, urinário e endócrino do corpo humano.
Leitura, interpretação e produção de textos multimodais, com ênfase em seus aspectos estruturais, semânticos, sintáticos, pragmáticos e discursivos. Gêneros textuais.
Introdução à microbiologia básica. Bacteriologia. Virologia. Micologia. Importância dos micro-organismos nos alimentos. Fatores que interferem no desenvolvimento microbiano. Micro-organismos indicadores. Micro-organismos patogênicos em alimentos. Alterações microbianas nos alimentos. Controle do desenvolvimento microbiano nos alimentos;
Introdução à técnica dietética. Aquisição de alimentos. Metodologia para pesos e medidas. Métodos e técnicas básicas de manipulação de alimentos. Leite e derivados. Carnes. Ovos. Cereais, massas e pães. Leguminosas. Frutas. Hortaliças. Óleos e gorduras. Açúcares, edulcorantes e alimentos diet e light
Identificar características e importância dos principais componentes químicos presentes nos alimentos e as formas adequadas de quantificá-los por meio de métodos físico-químicos de análises
Introdução à fisiologia celular. Fisiologia do Sistema Nervoso. Fisiologia muscular. Fisiologia Cardiovascular. Fisiologia Respiratória. Fisiologia Renal. Fisiologia do Sistema Endócrino. Fisiologia do Sistema Reprodutor. Introdução à fisiologia do Sistema Digestivo.
Noções fundamentais sobre higiene dos alimentos. Os alimentos como substrato dos micro - organismos. controle integrado de pragas. A qualidade em serviços de alimentação. Segurança alimentar – condutas para o controle higiênico – sanitário de alimentos e prevenção. Noções básicas de sanitização. Boas práticas de produção e de serviços.
O meio ambiente e os parasitos. Protozoologia. Helmintologia. Artrópodes de interesse humano.
Introdução e conceitos gerais. Lesão e adaptação celular. Morte celular, necroses celular e tissular, apoptose. Inflamação aguda e crônica. Reparação tissular. Transtornos do crescimento e diferenciação celular. Perturbações hídricas e hemodinâmicas. Neoplasias.
Conceitos de saúde e doença. A saúde como um reflexo do equilíbrio homem x meio social, ambiental e sustentabilidade. O processo de adoecimento. Níveis de prevenção e atenção à saúde. Programas de Saúde. Conceito de epidemiologia. Noções de saneamento básico e saúde ambiental. Políticas de educação ambiental. Compromisso do profissional de saúde na promoção de saúde individual e coletiva.
Caldos, molhos e sopas. Essências, especiarias e ervas aromáticas. Infusos e bebidas. Dietas.
Medidas caseiras. Inquéritos Alimentares com abordagens do comportamento alimentar. Avaliação e Interpretação dos Inquéritos Alimentares Validade e Reprodutividade dos métodos de Inquéritos Alimentares. Software de Nutrição e sua aplicação.
Introdução à avaliação nutricional. Métodos para estimativa da composição corporal. Avaliação de grupos de risco. Avaliação nutricional clínica. Avaliação subjetiva global e triagem nutricional.
Aspectos gerais da nutrição e cronobiologia. Aspectos gerais da fisiologia do sistema digestório. Controle da ingestão alimentar. Funções gerais exercidas pela boca. Fisiologia da saliva. Fisiologia da gustação. Fisiologia da olfação. Fisiologia da mastigação e deglutição. Fisiologia do estômago, intestino delgado e grosso. Fisiologia do fígado e sistema biliar. Fisiologia do pâncreas. Fisiologia e nutrição dos sistemas. Fisiologia do processo de desenvolvimento, crescimento e envelhecimento.
O papel da ciência. Tipos de conhecimento. Pesquisa Científica. Método e técnica de leitura. Pesquisa em base de dados. Normas de citação bibliográfica. Relatórios de pesquisa. Resumos. Resenhas. Elaboração de Projeto de pesquisa. Elaboração de monografias. A coleta de dados em pesquisa de campo. A análise dos resultados alcançados em pesquisas teóricas e de campo. Apresentação gráfica de trabalhos acadêmicos nas Normas da ABNT. Bioestatística: Conceitos básicos, tabela de freqüência e gráficos; Medidas de tendência central (média e mediana) e medidas de variabilidade (variância, desvio padrão); Escore padronizado e percentil; Noções básicas de probabilidade, testes e diagnósticos; Distribuição de probabilidade.
Atuação do nutricionista em Saúde Pública. Sistema Único de Saúde (SUS). Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN). Ações do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome. Política e Programas de Alimentação e Nutrição no Brasil. Coordenação Geral da Política Nacional de Alimentação e Nutrição (CGPAN). Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA).
Atendimento individualizado do nutricionista. Apresentação das recomendações nutricionais. Necessidades e Recomendações de nutrientes e energia. Planejamento e cálculo de cardápios.
Conceitos básicos em patologia. Mecanismos fisiopatológicos da desnutrição energético-protéica. Obesidade e magreza. Diabetes Melito. Doenças orais e esofágicas. Doenças gastrointestinais. Doenças hepáticas, pancreáticas e da vesícula biliar. Doenças renais e litíase renal. Doenças cardiovasculares. Anemias. Metabolismo de Lipídios.
Introdução à dietoterapia. Dietas hospitalares de rotina. Tratamento dietoterápico aplicado às doenças esofagianas, gastroduodenais. Doenças intestinais. Alergias alimentares. Erros inatos do metabolismo. Cuidado dietético no estado febril, na epilepsia e anemias. Dietoterapia nas doenças do fígado, vesícula biliar e pâncreas. Dietoterapia nos distúrbios endócrinos.
Fundamentos e conceitos sobre UAN; administração de Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN); caracterização e estrutura organizacional de uma UAN na empresa; dimensionamento e seleção de recursos humanos; rotinas e roteiros; os aspectos físicos das UANs; fluxograma de produção; dimensionamento de equipamentos; ergonomia; segurança no trabalho.
Conceitos de imunidade, componentes do sistema imune, receptores de antígeno, processamento e apresentação de antígenos, doenças auto-imunes, resposta imune contra microrganismos, sistema complemento, imunização, técnicas de diagnóstico sorológico e alterações na resposta imunológica.
Hematologia. Anemias. Bioquímica Clínica. Diabetes Mellitus. Dislipidemias. Exames Laboratoriais importantes na Insuficiência Renal. Diagnóstico de Infarto. Exames Laboratoriais importantes nas Doenças Hepáticas. Exames Laboratoriais importantes nas Doenças Pancreáticas. Interpretação Metabólico sobre Deficiência de Vitaminas.
Introdução a Nutrição Esportiva. Principais alterações fisiologicas relacionada ao exercício. Bioenergética dos nutrientes no exercício. Avaliação nutricional dos atletas. Nutrição no esporte: Macronutrientes: e Micronutrientes e Reposição hídrica. Necessidades e orientações nutricionais para diferentes modalidades esportivas. Suplementação nutricional ergogênica e anabolizantes. Distúrbios alimentares em atletas.
Aspecto fisiológico da gestação. Avaliação nutricional da gestação. Politícas públicas de saúde da mulher. Orientações nutricionais no pré-natal. Nutrição na lactação.
Introdução à tecnologia dos alimentos. Aditivos. Métodos de conservação. Tecnologia de produtos lácteos. Tecnologia de produtos derivados da carne. Tecnologia de frutas e hortaliças. Tecnologia de bebidas.
O que é um administrador e o processo de Administração. As cinco Habilidades administrativas e os pensamentos administrativos. Noções gerais de Economia. Noções de Microeconomia. Marketing Direto. Compreendendo o Marketing. Momento de verdade na prestação de serviços. Atendimento ao cliente.
Dietoterapia nas enfermidades cardiovasculares, dietoterapia nas insuficiências cardíacas, tratamento nutricional na obesidade e na magreza, tratamento dietoterápico nas doenças pulmonares, dietoterapia nas enfermidades renais, terapia dietética aplicada no tratamento de estados hipermetabólicos, dietoterapia na doença neoplásica, terapia nutricional na infecção por HIV e AIDS.
Introdução à educação nutricional. Importância da educação nutricional na promoção da saúde. Aconselhamento nutricional. Aconselhamento nutricional para diferentes idades. Didática na educação nutricional. Planejamento de programas de educação nutricional. Métodos e técnicas de ensino aplicado à educação nutricional.
Noções Gerais de Farmacologia. Farmacocinética. Farmacodinâmica. Farmacologia do Sistema Nervoso Autônomo e Central. Anti-inflamatórios Não Esteroidais e Esteroidais. Farmacologia dos agentes cardiovasculares. Farmacologia do Aparelho Digestivo. Fármacos usados contra obesidade Fármacos usados no tratamento da diabetes. Fármacos usados nas dislipidemias. Interações medicamento/ medicamento e medicamento/ alimento.
Funcionamento de uma UAN; avaliação de uma UAN; legislação referente à UAN; qualidade higiênico-sanitária; condutas do profissional nutricionista.
Introdução à vigilância sanitária. Saúde pública e vigilância sanitária: historicidade. As relações de produção e consumo. Significado e importância da vigilância sanitária. Programas para atingir a excelência em qualidade, Legislações sanitária.
Nutrição no primeiro ano de vida. Nutrição pré escolar e escolar. Nutrição do adolescente. Nutrição do Adulto. Nutrição do Idoso.
Introdução à pesquisa científica. Áreas e linhas de pesquisa. Trajetória de investigação. Elaboração de um projeto de pesquisa. Normas da ABNT. Ética em pesquisa. Apresentando o projeto de pesquisa para a banca examinadora e encaminhamento do projeto ao Comitê de Ética e Pesquisa.
Atividades práticas supervisionadas para aplicação dos conhecimentos teóricos em unidades de alimentação e nutrição. Utilização de métodos e técnicas de gerenciamento para o atendimento nutricional de grupos populacionais sadios e enfermos.
O estágio em Nutrição Clínica associa os conhecimentos teóricos com a realização de práticas em hospital e ambulatório. A disciplina aborda a importância da dietoterapia individualizada, por meio da avaliação nutricional, e da evolução clínica tanto dos pacientes hospitalizados quanto dos assistidos no ambulatório, em decorrência da dieta oferecida e/ou do plano alimentar proposto, os quais são fundamentados na história clínica, nos aspectos fisiopatológicos, na interação droga-nutriente e nos exames laboratoriais. Tal conduta é avaliada em âmbito hospitalar, por meio de acompanhamento diário dos estagiários, de estudos de casos clínicos, elaboração de relatórios, desenvolvimento de atividades propostas pela Instituição que recebem o estágio. Em âmbito ambulatorial, é realizado consulta nutricional, com a elaboração de planos alimentares, orientações nutricionais e materiais e/ou ações conduzindo a educação nutricional.
Avaliação Nutricional. Orientações nutricionais. Programas do governo desenvolvidos na unidade básica de saúde. Atendimento ambulatorial em diversas patologias e faixas etárias. Visitas domiciliares. Projeto de Educação Nutricional. Estudo de casos.
Noções gerais de psicologia. Psicologia da saúde: saúde e saúde mental. Desenvolvimento humano e personalidade. Práticas de humanização e o trabalho em equipes. Relação com o paciente: comunicação e vínculo. Estresse, ansiedade e reações psíquicas frente ao adoecimento e cuidados à saúde. Comportamento alimentar e transtornos alimentares.
Orientações do Trabalho de Campo. Definição e Estrutura do Relatório Parcial. Definição e Estrutura do Trabalho de Conclusão de Curso. Elaboração do Artigo Científico.
Avaliação e Classificação Nutricional dos Pré-escolares e Escolares. Elaboração de per capita e Fichas técnicas. Teste de Aceitação. Boas Práticas para UAN Escolares. Análise e Proposta de Cardápio. Projeto de Educação Nutricional. PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Produtos Orgânicos e a Agricultura Familiar. Alimentação Infantil.
Atividades prática supervisionada para aplicação dos conhecimentos teóricos em unidades de alimentação e nutrição; utilizando métodos e técnicas de gerenciamento para o atendimento nutricional de grupos populacionais sadios e enfermos.
O estágio em Nutrição Clínica associa os conhecimentos teóricos com a realização de práticas em hospital e ambulatório. A disciplina aborda a importância da dietoterapia individualizada, por meio da avaliação nutricional, e da evolução clínica tanto dos pacientes hospitalizados quanto dos assistidos no ambulatório, em decorrência da dieta oferecida e/ou do plano alimentar proposto, os quais são fundamentados na história clínica, nos aspectos fisiopatológicos, na interação droga-nutriente e nos exames laboratoriais. Tal conduta é avaliada em âmbito hospitalar, por meio de acompanhamento diário dos estagiários, de estudos de casos clínicos, elaboração de relatórios, desenvolvimento de atividades propostas pela Instituição que recebem o estágio. Em âmbito ambulatorial, é realizado consulta nutricional, com a elaboração de planos alimentares, orientações nutricionais e materiais e/ou ações conduzindo a educação nutricional.
Conceituações: moral, ética, deontologia e bioética. Ética e pesquisa científica. Ética e legislação profissional. Bioética e atenção básica à saúde. Bioética e nutrição: Resoluções e pareceres atuais que tratam assuntos de interesse profissional. Orientação profissional.
O significado e a importância da LIBRAS. Código de ética do intérprete; O papel do intérprete e do professor regente. A LIBRAS e seus parâmetros. Caracterização da surdez: tipos e graus de perda auditiva. Diagnóstico precoce. O surdo e sua cultura. O surdo e a educação no Brasil. Datilologia. Legislação específica de LIBRAS. Educação bilíngue. Abordagens educacionais. Principais estudiosos da área. Textos complementares sobre o processo de inclusão escolar e social. Sinais.
Conhecimento de assuntos gerais e atuais como violência, políticas públicas, responsabilidade social, sociodiversidade, ecologia e biodiversidade. Abordagem de temas atuais e avançados relacionados à Nutrição.

NOTA DO ENEM

Você pode utilizar o seu desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM – dos últimos 05 anos para fazer um curso superior na UNIGRAN.

PORTADOR DE DIPLOMA

Quem já possui curso superior não precisa participar da prova do Processo Seletivo. É preciso se inscrever pelo site www.vestibularunigran.com.br e comparecer no Núcleo de Apoio Acadêmico com os seguintes acadêmicos: RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento, título de eleitor, reservista (sexo masculino), foto 3X4, documento que comprove a conclusão do ensino médio, diploma da Graduação.

PROVA AGENDADA

Vagas remanescentes (aquelas que ainda não foram preenchidas na prova tradicional de Vestibular) acontecem com agendamento prévio.

PROVA DE VESTIBULAR

Há provas tradicionais, marcadas pela UNIGRAN.

TRANSFERÊNCIA

Em desenvolvimento

PERFIL PROFISSIONAL

A escalada ascendente de obesos no Brasil mostra o quanto a população está desorientada quando falamos de alimentação. Isso naturalmente proporciona ao nutricionista um vasto campo de atuação. Contudo, o fato de haver milhões de pessoa acima do peso, por si só não garante um lugar ao sol. O nutricionista precisa saber prospectar e convencer as pessoas de que precisam deste tipo de orientação, seja por determinado período ou então continuamente, dependendo do nível de necessidade.

O assessoramento profissional não se resume apenas às pessoas que desejam ou precisam emagrecer, já que também pode orientar pacientes com restrições alimentares provocadas por alergias a determinado alimento ou para indivíduos já conscientizados que estão em busca de prevenção para inevitáveis malefícios de uma alimentação inadequada.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Além de hospitais, clínicas, órgãos públicos, empresas comerciais diversas, companhias aéreas, hotéis, asilos e spas, o nutricionista também pode trabalhar na indústria alimentícia, ao contribuir com o desenvolvimento de alimentos e também atuar no controle de qualidade.

No âmbito específico da gastronomia, pode ser o responsável pela qualidade dos alimentos em um restaurante, assim como garantir que sejam armazenados segundo os mais rigorosos padrões de qualidade. Há também oportunidades no esporte, ao orientar atletas que visam maximizar os seus resultados com o auxílio de dietas específicas.

Programa Institucional

O estudante tem desconto nas mensalidades e, de acordo com a lei, faz até 30 horas de estágio semanal, nos diversos setores da UNIGRAN. Para se inscrever, o aluno procura o Núcleo de Apoio Acadêmico, após matriculado, e preenche ficha própria. De acordo com a disponibilidade de vagas.

Programa Institucional

O estudante que comprovar-se indígena tem 50% de desconto nas mensalidades, concedido pela UNIGRAN. O acadêmico deve participar dos programas de extensão voltados para sua comunidade indígena, em contrapartida

Programa Institucional

Funcionários de organizações cadastradas têm desconto nas mensalidades. Consulte no RH da sua empresa a disponibilidade ou na Tesouraria da Instituição

Programa Institucional

Para os alunos que pagam em dia suas mensalidades, possuem vantagens na UNIGRAN. Informações na Tesouraria

Programa Institucional

Formados pela UNIGRAN possuem desconto de até 50% nas mensalidades para fazer outra graduação na Instituição. Consulte condições na Tesouraria.

Programa Institucional

Familiar de primeiro grau de quem já estuda na UNIGRAN possui desconto nas mensalidades. Para saber mais procure a Tesouraria e saiba como participar.

Programa do Governo Federal

O Fundo de Financiamento Estudantil - FIES - é um programa do Ministério da Educação destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores de Instituições de Ensino Superior particulares. O processo seletivo é feito pelo site do programa

Documentação necessária Download

Programa Institucional

Acadêmicos da UNIGRAN que utilizam transporte diário para se deslocar entre as cidades da região para Dourados ou para Campo Grande possuem desconto na mensalidade. Informações na Tesouraria.

Programa do Governo Federal

É um Programa do Governo Federal, que concede bolsas de 50 e 100% de desconto. O processo seletivo é todo feito pelo Governo. Para participar, o interessado deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do último ano. O Prouni exige que os estudantes contemplados tenham 75% de aproveitamento em cada semestre.

Documentação necessária Download

Programa do Governo Estadual (MS)

Programa em que o estudante cumpre 20 horas semanais de estágio em instituições conveniadas. O processo de seleção é feito pelo site da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso do Sul (http://www.sedhast.ms.gov.br) sempre no início do ano. O participante é contemplado com 90% de desconto na mensalidade do curso superior, sendo 70% concedido pelo Governo e 20% pela UNIGRAN

Fale com a coordenação

Coordenador(a)

Aline Victório Faustino Onishi

(67) 3411-4251

nutricao@unigran.br

Horário de atendimento

MATUTINO

Segunda-feira 07:30 às 11:00

Terça-feira 07:30 às 11:00

Quarta-feira 07:30 às 11:00

Quinta-feira 07:30 às 11:00

NOTURNO

Segunda-feira 21:00 às 22:40

Terça-feira 19:00 às 21:00

Quarta-feira 19:00 às 22:40

Quinta-feira 19:00 às 22:40

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran