Portal do Aluno
Notícias
26/10/2017 - 08:12
Merendeiras de escolas em Dourados recebem capacitação de Nutrição e Gastronomia da UNIGRAN

Os acadêmicos do 8º semestre de Nutrição em estágio de merenda escolar e estudantes de Gastronomia da UNIGRAN promoveram uma capacitação para merendeiras das escolas estaduais de ensino em Dourados. A atividade propôs orientações sobre alimentação saudável e preparações da culinária regional.

A turma de Nutrição fez uma palestra abordando a conscientização sobre a importância da alimentação saudável e nutricionalmente adequada, higienização das mãos e equipamentos, e ainda noções básicas sobre o armazenamento e conservação dos alimentos.

Uma das coordenadoras do projeto e professora de Nutrição, Thalyta Muniz Lemes, menciona que os estudantes entregam folders explicativos e apresentaram uma peça teatral com demonstração de situações que envolvam a realidade das merendeiras. “É notório que os efeitos da alimentação inadequada em etapas precoces da vida podem acarretar consequências na saúde na vida adulta. O treinamento e sensibilização das merendeiras auxiliam na criação de um ambiente que favoreça a adoção de práticas saudáveis de alimentação das crianças”, garante.

Além disso, conforma a nutricionista, os manipuladores da merenda escolar devem ter conhecimentos e capacidade para manipular os alimentos em condições higiênicas, seguras e adequadas. “Atitudes que promovam a conscientização das merendeiras em relação à alimentação saudável, bem como a importância da manipulação correta dos alimentos e a valorização da culinária regional são pontos fundamentais que devem ser ressaltados”, enfatiza Thalyta Lemes.

Já os estudantes de Gastronomia realizaram uma oficina culinária com o objetivo de valorizar a culinária regional. O professor Marlon Libório Ferreira, também coordenador do projeto, destaca que as escolas têm um cardápio feito por cada uma e que possuem uma autonomia neste sentido. “O valor investido é muito baixo para este cardápio, então tentamos ajudar a melhorar conforme a realidade das escolas, pois não adianta darmos ideias de comidas diferentes que não vão se adequar”, comenta.

O grupo partiu para outro princípio: orientar as merendeiras a fazerem um elo entre a comunidade e a gestão escolar. “Eles sabem onde tem fruta, erva, verdura mais barata, pois o próprio merendeiro é da região, então ele tem esse conhecimento e pode fazer o pouco virar muito. Tem um orçamento pequeno, mas tem um conhecimento maior. Ensinamos a usarem técnicas simples, de cocção, de como fritar uma carne, de como deixar ela saborosa usando temperos simples, com poucos ingredientes para melhorar a técnica, o sabor e, com isso, o resultado final ser positivo”.

Ana Rita Cornacioni, agente de merenda na Escola Estadual Ramona Pedroso há nove anos, considera que obteve diferentes aprendizados na capacitação. “Foi muito boa e importante, tanto na teoria, quanto na prática, pois são muitos conhecimentos compartilhados que vão agregar em nossa profissão”, relata.

A agente de merenda cita a higienização pessoal e dos alimentos, como fazer um bom tempero, sem o uso de tanto sal, usando ervas, como principais pontos da atividade. “Nos ensinaram que é possível diminuir o sal, não utilizar tanto óleo nos alimentos, então são pequenas coisas que podemos ir adaptando no nosso dia a dia para melhorar cada vez mais, tanto em questão de técnica e sabor, quanto com relação à saúde”, finaliza Ana Cornacioni.

» Acompanhe
UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Todos os Direitos Reservados. Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP 79.824-900 - Dourados/MS - Fone: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167