Portal do Aluno
Notícias
17/08/2006 - 17:17
AmI promove aulas de música no Núcleo da UNIGRAN, na Aldeia Bororó.
A “Amigo do Índio” (AmI) está desenvolvendo no Núcleo de Atividades Múltiplas da UNIGRAN, na Aldeia Bororó, os projetos de Música Guarani-Kaiowá e Guarani-Ñandeva que já ganharam o reconhecimento da comunidade local. Desde março, os professores indígenas Mário Vasque Claudomiro e Walmir Vera Fernandes estão lecionando violão e flauta duas vezes por semana, à tarde. Os ID_CURSOs são opções escolhidas pela própria comunidade para ocupar o tempo ocioso das crianças que estudam de manhã. Em outros tempos, conforme conta a coordenadora do Núcleo, Edna Silva de Souza, as crianças exerciam funções na família, que quase já se extinguiram na Reserva Indígena de Dourados, juntamente com as matas, os rios e a atividade agrícola manual. As aulas começaram com três violões, estão hoje com seis violões e dez flautas, mas essas quantidades de instrumentos já são insuficientes para atender à procura. “Como a criança gosta muito de música, a receptividade dos ID_CURSOs está muito boa, e os pais estão pedindo a ampliação do projeto para o período matutino”, disse a professora Edna, que é índia guarani-ñandeva. As escolhas do violão e da flauta foram feitas com base na tradição guarani de tocar um instrumento de cordas semelhante à rabeca e outro de sopro, que é feito de barro – o Mindy (com til no ípsilon) –, utilizado em ritos religiosos. “O Mindy é muito usado nessa época, para chamar chuva”, disse a coordenadora do Núcleo. Mas não é só a tradição cultural que está deixando as crianças entusiasmadas com as aulas. Segundo Walmir Fernandes, 25, por influência da cidade, os alunos também querem aprender a tocar músicas dos gêneros sertanejo, pop e, até, rock. “Eu ensino elas a cantar em guarani, também. Mas as crianças pedem todo ID_TIPO de música”, disse o professor. Outro projeto desenvolvido no núcleo de atividades múltiplas da UNIGRAN, na Aldeia Bororó, é o de alfabetização de adultos. O núcleo será oficialmente inaugurado em outubro e receberá o nome de Casa de Cultura Ñanderetã (Nosso Jeito de Ser). A construção desse Núcleo é patrocinada pelo Ministério da Cultura, dentro do projeto Cultura Viva. Esse é o segundo núcleo de extensão da Instituição na Reserva Indígena de Dourados. O outro funciona na Aldeia Jaguapiru, desde 2001, e foi construído inteiramente com reID_CURSOs próprios da UNIGRAN. A “Amigo do Índio” é uma organização parceira da UNIGRAN nas ações afirmativas realizadas na comunidade indígena da região de Dourados. (MA-JRA)
» Acompanhe
UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Todos os Direitos Reservados. Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP 79.824-900 - Dourados/MS - Fone: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167