Portal do Aluno
Notícias
23/09/2004 - 16:13
UNIGRAN é presença destacada em Congresso Internacional de Educação Superior Indígena.
A pró-reitora de Ensino e Extensão da UNIGRAN, professora Terezinha Bazé de Lima, é a representante da Instituição na “I Conferência Internacional sobre Educação Superior Indígena”, que foi aberta na manhã de hoje, na Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), em Barra do Bugres. Nesta sexta-feira, ela será uma das palestrantes no seminário “Experiências de Formação de Professores Indígenas no Brasil”. O tema da Conferência, “Construindo novos paradigmas na Educação”, aponta para objetivos como a reflexão acerca das políticas públicas de formação superior de indígenas na América Latina, das ações de formação diferenciada de professores índios, e da ampliação da oferta de ensino superior específico para os povos indígenas. Nesta Conferência, estão reunidos palestrantes estrangeiros, que representam universidades de outros países da América do Sul e órgãos internacionais, como a Universidade da Paz, da ONU, a UNESCO, e as principais personalidades brasileiras no cenário da educação indígena, como professores e pesquisadores de várias universidades federais do país, da USP e da Unicamp, e de agências governamentais, como a Funai e o MEC. Também estão presentes gestores de diversas organizações envolvidas com a educação escolar indígena, destacando-se pesquisadores, professores, técnicos, professores e lideranças indígenas, que participam de uma programação que visa a socializar as experiências desenvolvidas na formação de professores indígenas no Brasil e no exterior. A UNIGRAN contribui nessa troca com uma experiência inédita no mundo, na avaliação de importantes líderes indígenas do país. A Instituição construiu, com reID_CURSOs próprios, o Núcleo de Atividades Múltiplas, na Reserva Indígena de Dourados, como base de projetos educacionais e sociais de apoio ao desenvolvimento sócio-econômico e cultural dos povos guarani, kaiowá e terena que vivem nas Aldeias de Dourados, a Jaguapiru e a Bororó. O Núcleo, inaugurado em junho de 2001, mantém hoje, diariamente, 250 pessoas ocupadas com algum ID_TIPO de atividade de afirmação da cidadania do índio, como ID_CURSOs profissionalizantes, de alfabetização e de reforço escolar, em oficinas de trabalhos manuais, em aulas de Informática ou na programação esportiva e cultural, atendendo desde crianças a senDATA_HORAs índias. Na mesma parceria com a FUNAI para a consolidação do NAM, a UNIGRAN instituiu um projeto que assegura a formação estudantes indígenas em qualquer ID_CURSO da Instituição. O ingresso dos alunos indígenas também é por vestibular, como os acadêmicos não-índios, e os aprovados ganham bolsa de estudo que, ao final de seu ID_CURSO, é retribuída com trabalho para a sua própria comunidade, em DATA_HORAs de estágio no Núcleo. Atualmente, as comunidades indígenas contam com 79 de seus jovens estudando na UNIGRAN. Quase metade deles estuda nos ID_CURSOs de licenciatura. “O Projeto Pedagógico dos ID_CURSOs de licenciaturas da Faculdade de Educação da UNIGRAN está pautado para assegurar aos professores indígenas os processos pedagógicos específicos da educação indígena: manifestações das culturas, uso de suas línguas maternas e processos próprios de aprendizagem específica, diferenciada, intercultural e bilíngüe”, dirá a professora Terezinha Bazé, relatando os resultados já alcançados pelo Projeto e pelas parcerias que a UNIGRAN tem mantido com empresas e entidades da sociedade civil, como a OSCIP “Amigo do Índio”.
» Acompanhe
UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Todos os Direitos Reservados. Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP 79.824-900 - Dourados/MS - Fone: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167