ISSN 2316-3992
VOLUME: 4
NÚMERO: 9
JANEIRO/JULHO 2015
TÍTULO:
O CONTEXTO SOCIOAMBIENTAL DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NO MUNICÍPIO DE GUARAQUEÇABA - PR: PERCEPÇÕES DA POPULAÇÃO LOCAL
AUTOR (ES):
Roberto Rochadelli1, Anadalvo Juazeiro dos Santos2, Alessandro Vinicios Schneider3
Resumo: A questão dos conflitos socioambientais nas áreas protegidas de Guaraqueçaba vem, nos últimos anos, merecendo destaque por parte dos pesquisadores. No entanto, há dificuldades em se tratar o tema de modo participativo, ou seja, de modo que inclua integralmente a percepção da população local em sua realidade. O estudo foi desenvolvido em comunidades agrícolas e pesqueiras tradicionais em todo o município por meio de visitas, aplicação de questionários abertos, entrevistas informais, observações e relatos de convivência, durante o período de agosto de 2003 a julho de 2006. Também foram investigados atores como pequenos comerciantes e educadores. A população também contribuiu com sugestões para a melhoria da qualidade de vida na região. Os instrumentos restritivos da legislação ambiental, juntamente com as UCs existentes, criaram instabilidade entre os munícipes e forjaram conflitos ambientais; sendo desfavoráveis à melhoria da qualidade de vida da população. A desconsideração do contexto local, na forma de saberes, condições sociais, econômicas e culturais, tradições e perspectivas, contribuíram para o agravamento dos conflitos identificados.

Palavras- chave: Guaraqueçaba, unidades de conservação, legislação ambiental.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Faculdade de Ciências Administrativas e Contábeis
Dourados - Mato Grosso do Sul - BRASIL
Todos os direitos reservados a UNIGRAN | 2014