ISSN 2316-3992
VOLUME: 4
NÚMERO: 9
JANEIRO/JULHO 2015
TÍTULO:
DESEMPENHO ECONÔMICO DAS COOPERATIVAS DE CRÉDITO PÓS CRISE FINANCEIRA DE 2008
AUTOR (ES):
Cristian Baú Dal Magro1; Rosemar José Hall2; Nelson Hein3;
Resumo: A crise econômica de 2008, denominada crise do subprime, impactou fortemente a economia mundial e as empresas em geral. O cerne da crise foi o sistema financeiro, com a quebra de bancos, levando o desemprego a diversos setores da economia dos países. A cooperativa de crédito é um setor em crescimento há vários anos, contudo está inserido no sistema financeiro e pode ter sido afetado de alguma maneira pela crise. Muitas vezes alheio à crise, o cooperado espera obter ganhos com os valores do capital investido. Nesse sentido esse estudo tem por objetivo verificar se, após a crise subprime, cooperativas de crédito criaram valor econômico aos associados. Para tanto, foram analisados o Balanço patrimonial e a demonstração de sobras e perdas de 13 cooperativas, que tiveram seus relatórios de gestão de 2009 e 2010 disponibilizados na web. Para verificar o desempenho dessas empresas no período seguinte à crise - 2009 e 2010 -, utilizou a técnica contábil de apuração do valor econômico adicionado EVA®. Os resultados revelaram que das 13 cooperativas analisadas 7 tiveram EVA® positivo em 2009 e 8 em 2010, ou seja adicionaram valor econômico aos investimentos dos cooperados. Além disso, das 13 cooperativas, dez tiveram resultados melhores em 2010 em relação a 2009, demonstrado que o ano subsequente a 2008 foi pior para os investimentos dos cooperados.

Palavras- chave: Crise Subprime. Cooperativas de Crédito. Valor Econômico Adicionado.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Faculdade de Ciências Administrativas e Contábeis
Dourados - Mato Grosso do Sul - BRASIL
Todos os direitos reservados a UNIGRAN | 2014