ISSN 2316-3992
VOLUME: 3
NÚMERO: 7
EDIÇÃO ESPECIAL AGRONEGÓCIO
TÍTULO:
Perdas economicas devido ao manejo pré-abate: bem estar animal
AUTOR (ES):
Jaize dos Santos Duarte1; Willian Biazolli2; Claucia Aparecida Honorato3*
Resumo: Os métodos e estratégias de produção e abate de animais no Brasil têm sido influenciados pela opinião dos consumidores europeus e pelas legislações da União Européia, uma vez que há interesses na exportação de carnes para esses países. Portanto, temos que adequar nossas práticas de manejo dos animais com relação às exigências desses países, de forma a mantê-los ou mesmo ampliar o mercado de exportação de nossas carnes. Devemos ainda, dispor de boas condições para o transporte, oferecer treinamento aos funcionários das fazendas, transportadoras e frigoríficos, para que sejam capazes de desenvolver seu trabalho com segurança, reduzindo situações de risco que possam levar ao sofrimento dos animais durante os manejos de pré-abate e de abate. O objetivo deste trabalho é demonstrar os pontos importantes no manejo com os animais para abate, para viabilizar os investimentos no setor.

Palavras- chave: manejo animal, estresse pré abate, economia brasileira

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Faculdade de Ciências Administrativas e Contábeis
Dourados - Mato Grosso do Sul - BRASIL
Todos os direitos reservados a UNIGRAN | 2014