ISSN 2316-3992
VOLUME: 5
NÚMERO: 12
(jan-jun)
TÍTULO:
INTELECTUAIS E IMPRENSA EM MOMENTOS DE RADICALIZAÇÃO POLÍTICA: 1964/ 2015
AUTOR (ES):
Deysi Cioccari1 Vivian Paixão2
Resumo: O objetivo deste artigo é analisar a atuação dos jornalistas e intelectuais brasileiros durante a ditadura militar e no ano de 2015, assim como o papel da imprensa nestes dois períodos, visto que, em 64, o papel da imprensa se deu sob um regime autoritário que reprimia qualquer manifestação contrária ao governo. Hoje a sua atuação é tão importante que faz dela um ator político no processo democrático, objeto de nossa análise. Para o trabalho, foram entrevistados jornalistas e intelectuais que fizeram parte da imprensa brasileira nos dois períodos citados: Alberto Dines, Carlos Heitor Cony, Ferreira Gullar, Frei Betto e Juremir Machado da Silva.

Palavras- chave: Comunicação Política. Jornalismo. Imprensa. Ditadura. Intelectuais.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
Faculdade de Ciências Administrativas e Contábeis
Dourados - Mato Grosso do Sul - BRASIL
Todos os direitos reservados a UNIGRAN | 2014