Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

PERFIL DAS VÍTIMAS DE INTOXICAÇÕES POR AGROTÓXICOS DE UM HOSPITAL GERAL EM DOURADOS/MS DE 2000 A 2010

PROFILE OF THE PESTICIDE POISONING VICTIMS OF A GENERAL HOSPITAL IN DOURADOS/MS, FROM 2000 TO 2010

Autores:
FERREIRA, Delaine de Souza1; FONTOURA JUNIOR, Eduardo Espíndola2; FONTOURA, Flaviany Aparecida Piccoli3

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
Este trabalho objetivou investigar o perfil dos pacientes atendidos e internados por intoxicações por agrotóxicos em um Hospital geral de Dourados/MS no período de 2000-2010. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, de análise documental, retrospectivo, realizado mediante o levantamento de informações colhidas em prontuários de pacientes que foram atendidos no referido hospital. Nesse período foram atendidos 70 casos dos quais 50% eram do sexo feminino e 50% do sexo masculino, as faixas etária de prevalência foram as de 21 a 30 anos (38,6%) e 10 a 20 anos (22,9%), a área de ocorrência predominante foi a urbana (70%), sendo 30% a área rural. A via de maior prevalência foi a oral (85,7%), seguida da via respiratória (8,6%). A tentativa de suicídio destacase como principal motivo para as intoxicações com 77,15% dos casos e os acidentes compreendem 17,15%. Os agrotóxicos mais utilizados pertencem à classe dos inseticidas (47,15%) e raticidas (15,7%). Em 84,3% dos casos os indivíduos foram curados e 15,7% evoluíram a óbito. Confirma-se que intoxicações por agrotóxicos são consideradas graves e podem levar à morte. Foi possível perceber a necessidade da organização da atenção à saúde do trabalhador rural no âmbito do Sistema Único de Saúde, educação dos trabalhadores rurais sobre os riscos da utilização dos agrotóxicos; capacitação dos profissionais de saúde da área rural e de emergência sobre prevenção, tratamento e intervenções nos problemas de saúde relacionados ao uso de agrotóxicos e fiscalização mais rigorosa da venda de agrotóxicos no comércio.


Abstract:
This study aimed to investigate the profiles of patients treated and hospitalized for pesticide poisoning in a General Hospital in Dourados / MS in the period from 2000 to 2010. It is about a quantitative, descriptive and retrospective documentary analysis that was conducted by gathering information from the medical records of patients attended in the Hospital. From a total of 70 cases, 50% were females and 50% were males, the prevalent age ranges were from 21 to 30 years (38,6%) and between 10 and 20 years , and the predominant area of occurrence was the urban (70%), the others 30% being in the rural area. The most prevalent route was the oral (85,7%), followed by the airway (8,6%). The suicide attempt stands out as main reason of intoxication, with 77,15% of the cases, and the accidents comprise 17,15%. The most used pesticides belong to the class of the insecticides (47,15%) and rodenticides (15,7%). In 84,3% of the cases the individuals were healed, and 15,5% evolved to death. This confirms that pesticide poisiongsare considered serious and can lead to death. We could perceive the need of organization of health care for the rural worker under the Sistema Único de Saúde (Unified Health System), education of the rural workers about the risks of using pesticides, training of health professionals in rural and emergency areas about prevention, treatment and interventions in health problems related to the use of pesticides and stricter monitoring of pesticide sales in the commerce.