Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

ASPECTOS LABORATORIAIS DA IDENTIFICAÇÃO DE Streptococcus agalactiae EM GESTANTES: UMA MINI-REVISÃO

LABORATORIAL ASPECTS FOR THE IDENTIFICATION OF Streptococcus agalactiae IN PREGNANT WOMEN: A MINI-REVIEW

Autores:
FASSINA, Jaqueline Romani ; PIMENTA- RODRIGUES, Marcus Vinicius

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
Infecções geniturinárias são muito freqüentes em gestantes, podendo causar sérios riscos para o feto, sendo o Streptococcus agalactiae, ou Streptococcus do grupo B (EGB) um dos microrganismos responsáveis cada vez mais identificados nesses casos. Essa bactéria é considerada saprófita vaginal, sendo o trato gastrointestinal é considerado o seu mais provável reservatório. Durante a gravidez existem as condições ideais para a multiplicação de EGB na vagina, o que pode ter conseqüências muito graves para a mãe e o recém-nascido caso não seja realizado o tratamento profilático. Esse trabalho teve como principal objetivo o realizar uma revisão bibliográfica dos aspectos laboratoriais da identificação do Streptococcus agalactiae em gestantes.


Abstract:
Genitourinary infections are very common in pregnant women can cause serious risks to the fetus, and Streptococcus agalactiae, or Group B Streptococcus (GBS) of the microorganisms responsible for increasingly identified in these cases. This bacterium is considered saprophytic vaginal and the gastrointestinal tract is considered his most likely reservoir. During pregnancy there are ideal conditions for multiplication of GBS in the vagina, which can have very serious consequences for mother and baby if not performed prophylactic treatment. This work had as main objective to conduct a literature review of aspects of the laboratorial identification of Streptococcus agalactiae in pregnant women.