Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

OBESIDADE EM DOADORES DE SANGUE NO MUNICÍPIO DE DOURADOS-MS

OBESITY IN BLOOD DONORS IN THE MUNIPALITY OF DOURADOS-MS

Autores:
BALDASSO, Jorge Luiz.1; ALVA, Roberto Veiga2

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
A obesidade é atualmente uma das maiores ameaças à saúde pública no mundo. Considerada uma das principais causas de doenças cardiovasculares, diabetes, câncer, hepatite, doenças osteoarticulares, depressão, fadiga, entre outras enfermidades, interfere de forma dramática na qualidade de vida, nas atividades sociais e na auto-estima de uma larga porcentagem da população, sendo uma das maiores causas de invalidez, aposentadoria precoce e morte prematura. Em razão disso, realizou-se pesquisa quantitativa descritiva sobre a condição biométrica de doadores de sangue do Hemocentro Regional de Dourados, por um período de três meses (nov/2010 a fev/2011), abrangendo informações sobre 2.163 indivíduos, nas faixas etárias entre 18 e 65 anos, utilizando-se como parâmetro para classificação o Índice de Massa Corpórea – IMC - que é o índice de referência da Organização Mundial de Saúde e o mais utilizado no mundo para avaliação da obesidade. Constatou-se na pesquisa que 68% dos doadores do município de Dourados classificavam-se dentro de categorias acima do peso, de forma que, projetando-se os dados encontrados para a população da cidade, com cerca de 195 mil habitantes, estimou-se que aproximadamente 75 mil indivíduos encontram-se nesta situação, considerando-se apenas a população acima de 20 anos de idade; destes, 40% estariam com sobrepeso, 26,5% seriam obesos e 1,4% obesos mórbidos. Apenas 31,5% da população nesta faixa etária apresentava peso normal e menos de 0,5% encontrava-se abaixo do peso. Numa segunda fase desta pesquisa, valendo-se de informações do banco de dados do Hemocentro, avaliou-se a evolução individual do peso dos doadores cadastrados, num período de três anos, possibilitando-se uma análise sobre a variação do IMC por sexo e faixa etária. Dessa forma, abrangendo classificação, quantificação e evolução, procurou-se obter um retrato fidedigno sobre a situação da obesidade no município.


Abstract:
Obesity is considered nowadays one of the greatest ills in public health all around the world. It is one of the main responsible for cardiovascular diseases, diabetes, cancer, hepatitis, osteoarticular diseases, depression, fatigue, among others, interfering directly in life quality, social activities, and self-esteem of a large percentage of the population, besides being one of the main causes of disablement, early retirement, and premature death. Because of it, a descriptive and quantitative research, based on the data collected from donors at Hemocentro Regional de Dourados during a period of three months (Nov/2010 to Feb/2011), was performed compiling information about 2.163 donors from an age group between 18 and 65 years old. The classification parameter used was the Body Mass Index, BMI, which is the reference index of the World Health Organization and the most commonly used worldwide for obesity evaluation. The research pointed that 68% of the donors fitted the category overweight, which, by projection, shows that Dourados, with a population of around 195 thousand people, has around 75 thousand people in this situation, considering only the population over 20 years old – 40% overweight, 26.5% obese, and 1,4% morbidly obese. Only 31.5% presented normal weight and less than 0.5% were underweight. On the second stage of the research, information data from Hemocentro helped to evaluate the weight’s individual evolution from each registered donor in a period of three years, which enabled an analysis of the BMI variation from gender and each age group. Thus, considering classification, quantification, and evolution, we tried to establish a reliable local portrait of obesity.