Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

COMUNIDADE DE INSETOS FRUGÍVOROS DE Averrhoa Carambola L. (OXALIDACEAE): EFEITO DO ESTÁGIO DE MATURAÇÃO E DO PESO DOS FRUTOS

FRUGIVOROUS INSECT COMMUNITY OF Averrhoa Carambola L. (OXALIDACEAE): EFFECT OF MATURATION STAGE AND THE WEIGHT OF FRUITS

Autores:
FALLEIROS, Andreia Borghetti1; BERTO-JÚNIOR, Vanderlei2

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
A comunidade de insetos e o nível de infestação dos frutos de Averrhoa carambola em diferentes estágios de maturação foram avaliados em um pomar da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dourados, Brasil. As coletas foram desenvolvidas com frutos em três estágios de maturação: imaturo, maduro e podre. Vinte carambolas de cada estágio foram pesadas e todos os insetos visíveis a olho nu foram retirados. As larvas encontradas foram separadas por ordem e os insetos adultos foram identificados com auxílio de chaves para famílias. Os índices de infestação foram expressos pelo número total de larvas ou adultos por fruto e número total de larvas ou adultos por quilo de fruto. Para obter um gradiente de variação na estrutura da comunidade de insetos baseada na sua composição de espécies, foi utilizado o método de ordenação de escalonamento multidimensional híbrido. Larvas de dípteros e coleópteros adultos da família Nitidulidae foram os insetos mais abundantes neste estudo. A estrutura da comunidade dos insetos variou entre os diferentes estágios de maturação dos frutos. Os frutos podres apresentaram maior densidade de insetos por fruto e por biomassa do que frutos imaturos e maduros.


Abstract:
The insect community and the infestation level of Averrhoa carambola fruits at different maturation stages were evaluated in an orchard at the Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dourados, Brazil. The field work was designed with fruits in three maturation stages: immature, mature and rotten. Twenty star fruits of each stage were weighed and all the insects visible to the naked eye were removed. Found larvae were separated by order and adults were identified using keys to families. The infestation rates were expressed by the total number of larvae or adults per fruit and total number of larvae or adults per kilogram of fruit. With the aim of obtain a gradient of variation in the insect community structure based on its species composition, the ordination method using hybrid multidimensional scaling was performed. Dipteran larvae and coleopteran adults of Nitidulidae family were the most abundant insects in this study. The insect community structure differed between fruits of the three maturation stages. Rotten fruits showed a higher density of insects per fruit and per biomass of fruit than immature and mature ones.