Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE EMULSÃO NÃO IÔNICA CONTENDO EXTRATO DE Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg.

POTENTIAL ASSESSMENT ANTIOXIDANT EMULSION NOT ION CONTAINING EXTRACT Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg.

Autores:
AMARAL, Aline Massafra do 1; VIANA, Francielly Ferraz 2; RIBEIRO, Thaiany 2; CATELAN, TalineBaganhaStefanello 3; GEBARA, KarimiSater 4

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
A preconização do envelhecimento cutâneo está diretamente relacionada a fatores ambientais o que despertou interesse no desenvolvimento de cosméticos com finalidade preventiva, corretiva e de manutenção da pele. A fitocosmética possibilita empregar extratos vegetais em formulações cosméticas sendo que um aspecto importante seria obter um produto com capacidade para promover a inativação de ação agressora ocasionada por radicais livres. Desta maneira o desenvolvimento deste trabalho objetivou incorporar a uma emulsão base não iônica o extrato vegetal da espécie Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg. de forma a avaliar seu potencial antioxidante e seu perfil de estabilidade. Foi realizado o método do DPPH (2,2-difenil-1-picrilhidrazila) para avaliar o potencial redutor de radicais livres empregando a emulsão uma concentração mínima de extrato a 2% e testes com amostras em concentração de 5% e 10%. Preparou-se amostra controle utilizando a mesma base adicionando-se vitamina C a 10% para comparar os resultados. Determinou-se estabilidade inicial através da aplicação do método centrífugo-analítico não ocorrendo descaracterização quanto aos aspectos organolépticos observando-se linearidade nos resultados.


Abstract:
The standardization of skin aging is directly related to environmental factors which aroused interest in the development of cosmetics with preventive purpose, corrective and skin maintenance. The phytocosmetic possible to employ plant extracts in cosmetic formulations wherein an important aspect is to obtain a product with ability to promote the inactivation of aggressor action caused by free radicals. In this way the development of this study aimed to incorporate a non-ionic emulsion based plant extract of the species Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg. in order to evaluate its antioxidant potential and profile stability. It was performed the method of DPPH (2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl) to assess the potential for reducing free radical emulsion employing a minimum concentration of 2% and extract with test samples at a concentration of 5% and 10%. Control sample was prepared using the same basis by adding vitamin C 10% to compare the results. Initial stability was determined by applying the analytical method centrifugal de characterization not occurring as the organoleptic aspects linearity observing the results.