Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

IMUNIZAÇÃO COM BRADICININA INDUZ DOR E RESPOSTA IMUNE COM PERFIL TH1

IMMUNIZATION WITH BRADIKININ INDUCE PAIN AND TH1 STANDARD OF IMMUNE RESPONSE

Autores:
PAVANELLI, Wander Rogério

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:

Estudos recentes demonstram que a infecção com T. cruzi está relacionada a atividade da bradicinina (BK). Esse peptídeo vasoativo é capaz de ativar essas células, promovendo sua maturação e estimulando o aumento na produção de IL-12, desta forma direcionando para uma resposta de células T antígeno específico com um perfil Th1 de resposta. Então este trabalho teve por objetivo, analisar o papel da BK como o adjuvante (polarização da resposta para Th1), e seu efeito hiperalgésico. Camundongos BALB/c foram tratados com o captopril 1 hora (h) antes da imunização com Ovalbumina (OVA) (10 µg/camundongo) ou com salina em emulsão de hidróxido de alumínio (alum) (50 ml/pata). Bradicinina BK (1ug/camundongo) foi injetada também em 5 camundongos diluída em emulsão de alum. A intensidade de hipernocicepção (dor) foi determinada usando o método de Von Frei, e ainda foi observado a produção das citocinas (IL-12 e IFN-?) a partir do sobrenadante da cultura de células do baço de camundongos imunizados. Verificou-se que somente o alum era capaz de induzir dor nos camundongos tratado com o captopril, sugerindo que o alum possui uma pequena atividade na síntese das cininas (hiperalgesia induzida) que tende a aumentar quando na presença de bradicinina. Com relação aos níveis de citocinas, foi verificado que as células estimuladas in vivo com OVA dos camundongos tratados previamente (captopril) e imunizados com BK, apresentaram altos níveis (p<0.05) para as citocinas IL-12 e o IFN-? quando na presença de OVA (estímulos) com relação aos outros grupos. Já com relação à produção dos anticorpos, nós verificamos que para IgG e IgG1, não houve diferenças entre os grupos, porém quanto para aos níveis de IgG2a, foi possível observar valores significativos para os camundongos previamente imunizados com BK. Estes dados preliminares indicam que os animais tratados com captopril e imunizados com BK, apresentaram polarização da resposta para um perfil característico de células Th1.

 

Palavras-chave: imunização, bradicinina, dor, reposta Th1.


Abstract:

Recent studies have been demonstrate that the infection with Trypanossoma cruzi is linked to functional changes of the bradykinin (BK), that are peptides vasoactive capable to activity of the dendritics cells directly promoting maturation, and stimulating the increase of the production of IL-12, driven skewing of Ag-specific T cell response to type 1 cytokine profile. Then this work had for objective to analyze the paper of the (BK) as adjuvant (polarizing Th1), and to verify your effect hyperalgesic. BALB/c mice were treated with captopril 1h before immunization with OVA (10 µg/mouse) or saline in alum emulsions (50 ml/footpad). Bradykinin (BK) (1ug/mouse) was also injected in some mice diluted in the emulsion of alum. The intensity of hypernociception was determined using Von Frei metods, cytokines production from murine spleens of the mice immunization. It was verified that alum was capable to induce effect hyperalgesic in mouse treated with captopril, suggesting that the alum possesses a small presence in the kinins synthesis (hyperalgesia induced) that tends to increase when in the presence bradykinin. In relation to the cytokines levels obtained from the supernatants of the culture of cells the spleens, we verified that cells (in vivo priming with OVA) of the mice previously treated (captopril) and immunized with (BK), they presented strongly levels (p<0.05) for both cytokines IL-12 and IFN-? when in the presence of OVA (stimulus) in relation to the other groups. Already in relation to the production of antibody, we verified that for IgG and IgG1, there were not statistical differences among the groups, however as for the levels of IgG2a, it was possible to observe that mice previously immunized with (BK) presented values significant increased (p<0.05). These preliminary data indicate that immunizations with OVA combined with bradykinin induce polarization of the response anti-OVA for a characteristic profile of cells Th1.

 

Key-Words: immunization, bradikinin, pain, Th1 response.