Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

CONHECIMENTO SOBRE UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS POR PACIENTES DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DE FÁTIMA DO SUL – MS

KNOWLEDGE ABOUT USE OF MEDICINAL PLANTS BY PATIENTS OF THE BRAZILIAN PUBLIC HEALTH CARE SYSTEM IN FÁTIMA DO SUL - MS

Autores:
BIN, Márcia Crestani; SILVA, Magaiver; YUZURI, Adriana; FRANCO, Márcia e BASSO, Sirley

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:

Este trabalho objetivou observar o conhecimento em relação às plantas medicinais e sua utilização em Fátima do Sul - MS, especificamente por pessoas que freqüentam as Unidades de Saúde Básica do município. 295 pessoas participaram da pesquisa e eram pacientes que freqüentavam os quatro locais onde foi realizada: Posto Central, Unidade do bairro Centro Educacional, Unidade do bairro Pioneiro e Posto de Atendimento Médico (PAM). A essas pessoas foi aplicada uma entrevista, após explicar-lhes os objetivos e obter delas a concordância em participar do estudo. Analisaram-se os resultados por cálculo de média, separados por local da pesquisa. Os resultados mais relevantes foram: a maioria dos entrevistados pertencia ao sexo feminino; de faixa etária acima de 55 anos; possuíam apenas 1° grau incompleto; dizem conhecer o assunto; utilizam as plantas por indicação de familiares e não procuram por informações com pessoas capacitadas. A maioria também relatou nunca ter sentido efeitos adversos, diz que a origem das plantas é o próprio quintal, acredita que as plantas só fazem bem para a saúde e observa a quantidade que utiliza. Houve diversidade nas respostas nos diferentes locais da pesquisa em relação à freqüência de utilização das plantas. É evidente a necessidade de uma efetiva regulamentação, fiscalização e maiores investimentos na pesquisa em relação ao emprego de plantas para fins terapêuticos. Os resultados reforçam a preocupação em relação à utilização incorreta de medicamentos fitoterápicos pela população, especialmente agora que está prevista a inserção da utilização desta terapia no Sistema Único de Saúde.

 

Palavras-chave: planta medicinal, fitoterápico, terapêutica, conhecimento.


Abstract:

The aim of this study was to observe the knowledge of people who frequent the Brazilian public health care system (Sistema Unico de Saúde – SUS) in Fátima do Sul - MS regarding to medicinal plants and their use. 295 people participated in the research. They were patients in the four primary health care facilities (PHCF) where the research was carried out: Central Unit, Unit of Centro Educacional, Unit Pioneiro and Posto de Atendimento Médico (PAM). An interview was applied, after explaining them the objectives of this research and after obtaining their consent to participate in the study. The results were evaluated by average calculations and organized by primary health care facility (PHCF). Results: the majority of the interviewed people were women over 55 with incomplete first degree, who say they know the subject (medicinal plants); moreover, they use the plants because of advice from relatives and they do not search for information from competent persons. The majority also related that they have never had adverse effects, that the plants are all from their own garden, as well that they believe the plants are good for health and that they observe the amount used. There was diversity in the answers in the different research places regarding to the frequency of use of the plants. It is evident the necessity of effective regulation, fiscalization and bigger investments in research about the use of plants for therapeutics purposes. The results strengthen the concern about the incorrect phytotherapics use, especially now that the insertion of this therapy in the Brazilian public health care system (SUS) is foreseen.

 

Key-words: medicinal plant, phytotherapic, therapeutic, knowledge.