Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

CONTROLE DE QUALIDADE DA MATÉRIA-PRIMA ÁCIDO RETINÓICO

QUALITY CONTROL OF RAW MATERIAL RETINOIC ACID

Autores:
TORRES, Tielly Antoniassi; GEBARA, Karimi Sater; STEFANELLO, Taline Baganha

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
O ácido retinóico é um derivado da vitamina A, tendo como principal função a hiperproliferação da epiderme com aumento do estrato espinhoso e granuloso, sem modificar o número de camadas do estrato córneo. Objetivo: verificar a qualidade da matéria-prima, ácido retinóico, através de análises físico-químicas e sensoriais. Material e métodos: cinco gramas da matéria-prima, ácido retinóico, foi adquirida através da compra com receita médica de controle especial em uma determinada farmácia magistral da cidade de Dourados-MS, logo após foi identificada e armazenadas ao abrigo de luz. A análise sensorial, solubilidade, ponto de fusão, identificação, perda por dessecação e doseamento foram realizadas em triplicata, tendo seus respectivos resultados comparados com o laudo do fornecedor, com literatura especializada e farmacopéia. Resultados: a matéria-prima, ácido retinóico, apresenta-se com um pó cristalino de cor amarela; praticamente insolúvel em água, pouco solúvel em álcool 96º e em éter e ligeiramente solúvel em clorofórmio; ponto de fusão aproximadamente 171,33 ºC; perda por dessecação de 0,34%; o teste identificação por reação colorimétrica apresentou resultado positivo e comprimento de onda de absorbância máxima entre 325nm e 335nm em espectrofotometria de absorbância no ultravioleta. Conclusão: a matéria-prima apresentou-se adequada para o uso em manipulação e seu fornecedor pode ser considerado idôneo.


Abstract:
The retinoic acid is a metabolite of vitamin A, the main function of the hyperproliferative epidermis with increase of stratum corneum and granular, without modifying the number of layers of the stratum corneum. Objective: To verify the quality of the raw material retinoic acid, through physical-chemical analysis and sensory. Material and methods: Five grams of raw retinoic acid was acquired through the purchase with a prescription to control particular pharmacy in a masterly city of Dourados, MS, soon after was identified and stored under light. The sensory analysis, solubility, melting point, identification, loss on drying and assay will be carried out in triplicate, and their results compared with the report of the supplier, with literature and pharmacopoeia. Results: The raw material shows retinoic acid with a yellow-colored crystalline powder, practically insoluble or insoluble in water, slightly soluble in alcohol 96 °, slightly soluble in ether and slightly soluble in chloroform, melting point approximately 171.33 ° C, loss on drying was 0.34%, the test identified by color reaction showed positive results and the wavelength of maximum absorbance between 325nm and 335nm in the ultraviolet absorbance spectrophotometry. Conclusion: the raw material showed to be suitable for use in handling and its supplier can be considered as reliable.