Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

PARÂMETROS MICROBIOLÓGICOS DA ÁGUA DE ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE RIO BRILHANTE (MS), SEGUNDO A PORTARIA N° 518

MICROBIOLOGICAL PARAMETERS OF WATER OF SCHOOLS OF THE RIO BRILHANTE CITY (MS), ACORDING TO THE LAW N. 518

Autores:
PUPILE, Thaissinara ; CARVALHO, Emerson Machado de ; MONTEIRO, Perla Loureiro de Almeida

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:
Garantir fontes de água de boa qualidade é uma tarefa difícil, porém, necessária uma vez que está diretamente ligada à saúde humana. Entretanto, o objetivo deste estudo foi analisar a qualidade microbiológica da água de seis centros educacionais de Rio Brilhante (MS), conforme a Portaria n° 518. Foram analisadas seis amostras, sendo que três delas a água recebeu tratamento antes do consumo e as outras três a água é proveniente de poços artesianos sem o devido tratamento. Após a coleta de água (100 mL), as amostras foram conservadas a temperatura de 8ºC e processadas no Laboratório do Centro Universitário da Grande Dourados pela técnica de tubos múltiplos, para quantificação de coliformes totais e fecais. Na primeira análise nenhuma das amostras apresentou coliformes totais ou Escherichia coli, enquanto que na segunda análise a maioria das amostras foi positiva para E. coli e coliformes totais. Já na terceira análise todas as amostras foram positivas para E. coli e coliformes totais. Dessa forma, concluímos que as seis amostras estavam fora dos padrões exigidos pela portaria n° 518, portanto, não estão aptas para o consumo humano.


Abstract:
To allow sources of water of good quality is a difficult work, however, necessary once it is directly related to the human health. However, the aim of this work was to assess microbiologic quality of the water of six education centers at Rio Brilhante (MS), according to the Law n° 518. Six samples were analyzed, and three of them the water received treatment before the consumption and the other ones three the water is originating from artesian wells without the due treatment. After the sampling of the water (100 ml), the samples were conserved the temperature of 8ºC and processed at the Laboratory of the Centro Universitário da Grande Dourados by the technique of multiple tubes, for quantification of total and fecal coliforms. In the first analysis none of the samples presented total coliforms or Escherichia coli, while in the second analysis most of the samples was positive for E. coli and total coliforms. Already in the third analysis all of the samples were positive for E. coli and total coliforms. In that way, we concluded that the six samples were out of the patterns demanded by the Law n° 518, therefore, they are not capable for the human consumption