Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

ADESÃO DAS ACADÊMICAS DE ENFERMAGEM DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS AO EXAME PREVENTIVO PAPANICOLAOU

ADHESION OF THE ACADEMIC OF NURSING OF THE CENTRO UNIVERSITÁRIO

Autores:
SILVA, Vanda Celia Gomes; RESENDE, Ceny Longhi

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:

Tratou-se de uma pesquisa quantitativa descritiva com o objetivo de averiguar a adesão das acadêmicas do Centro Universitário da Grande Dourados ao exame preventivo de Papanicolaou. Os resultados com a pesquisa foram apresentados por meio de porcentagem e gráficos. A média das idades encontradas entre as acadêmicas pesquisadas foi de 23 anos, pertencendo assim, ao grupo vulnerável ao câncer de colo de útero. 41(59%) são casadas; 52 (74%) com vida sexual ativa. Em relação aos fatores de riscos: sedentarismo 41 (59%), tabagismo 12 (17%) sendo responsável pela diminuição das células de Langhans. 45 (64%) realizam o exame periodicamente, 44 (63%) sempre procuram os profissionais da saúde quando necessário; as que não procuram, por falta de tempo são 41(59%) e 22 (31%) por medo. Portanto, o medo e a vergonha de se expor são elementos desfavoráveis a realização do exame, levando às acadêmicas a se exporem ao câncer de colo de útero. A educação profissional é fundamental para o desenvolvimento de hábitos saudáveis. Dessa forma, o enfermeiro é um elemento facilitador da prevenção, desempenhando atividades educativas para a população feminina. O resultado apresenta inconsistência entre conhecimento e prática, não incorporando no cotidiano o cuidado com a própria saúde. Sugere-se que os currículos de enfermagem sejam direcionados ao auto-cuidado. Espera-se que os resultados apresentados possam contribuir na confrontação do saber com o fazer.

 

Palavras-chave: Enfermagem, prevenção, câncer do colo.


Abstract:

academic of the Centro Universitário da Grande Dourados to the preventive exam of Papanicolaou. The results with the research were presented through percentage and graphs. The average of the ages found among the academic ones researched it was of 23 years, belonging like this, to the vulnerable group to the cancer of uterus lap. 41(59%) they are married; 52 (74%) with life sexual active. In relation to the factors of risks: sedentariness 41 (59%), tobaccoism 12 (17%) being responsible for the decrease of the cells of Langhans. 45 (64%) they accomplish the exam periodically, 44 (63%) they always seek the professionals of the health when necessary; the ones that don''t seek, for lack of time they are 41(59%) and 22 (31%) for fear. Therefore, the fear and the shame of exposing are unfavorable elements the accomplishment of the exam, taking to the academic ones the if expound to the cancer of uterus lap. The professional education is fundamental for the development of healthy habits. In that way, the male nurse is a facilitative element of the prevention, carrying out educational activities for the feminine population. The result presents inconsistency between knowledge and practice, not incorporating in the daily the care with the own health. It is suggested that the nursing curricula are addressed to the solemnity-care. It is waited that the presented results can contribute in the confrontation of the knowledge with doing.

 

Key-WordsNursing, prevention, cancer of the lap.