Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

QUALIDADE FISICO-QUÌMICA DE DIFERENTES MARCAS DE CAFÉS EM PÓ,PRODUZIDOS E COMERCIALIZADOS EM DOURADOS/MS

PHYSICOCHEMICAL QUALITY OR VARIOUS BRANDS OF COFFEE POWDER COMMERCIALIZED AND PRODUCED IN DOURADOS / MS

Autores:
OLIVEIRA, Regieli Rincon de; AGOSTINI, Juliana da Silva

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:

O Café é uma bebida consumida mundialmente, muito utilizada como estimulante. Conhecem-se inúmeras espécies de cafés, mas as mais utilizadas são Coffea arábica e a Coffea robusta, representado uma das principais atividades agroindustriais do país. O café é um produto comumente fraudado, atribuindo-lhes características que estes não possuem e assim comprometendo as características organolépticas e nutritivas do produto. Este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade de cafés moídos produzidos e comercializados em Dourados-MS. Para isso, selecionou-se 3 marcas de cafés e de cada marca, coletou-se amostras de três lotes, totalizando 9 amostras. Os produtos foram submetidos as análises dos seguintes parâmetros: umidade, residuo mineral fixo, cinzas insolúveis em ácido cloridrico, determinação de extrato aquoso, determinação de extrato alcoólico e extrato etéreo. Os resultados referentes ao extrato aquoso e cafeína demonstraram que todos os lotes e marcas estiveram dentro do valor preconizado pela legislação. Verificou-se problemas de não conformidades com algumas das 9 amostras nos parâmetros de umidade (33%), residuo mineral fixo (100%), cinzas insolúveis em ácido cloridrico (44%), extrato alcoólico (88%) e extrato etéreo (88%). A partir dos resultados das análises, tem-se evidências que marcas de cafés  produzidas e comercializadas em Dourados-MS, avaliadas nesta pesquisa não atingem padrões de qualidade requeridos para estes produtos, o que pode indicar fraudes ou má qualidade do produto cru utilizado. A partir desse estudo, os consumidores devem ficar atentos a isso e exigir uma fiscalização mais rigorosa para os produtos alimentícios.

 

Palavras-chave: Análise físico-química; café; adulteração.


Abstract:

Coffee is a beverage consumed worldwide and widely used as a stimulant. Many species of coffee are known, but the most used are Coffea arábica and Coffea robusta. Coffee is a product commonly adulterated, giving them characteristics that they do not possess and thus, compromising the flavour and nutrients of the product. This study aimed to evaluate the quality of three brands of coffee produced and commercialized in Dourados-MS. Was selected 3 kinds of coffee powder and for each one was collected 3 lots, totaling 9 samples. The products have undergone the tests of the following parameters: humidity, fixed residual mineral, insoluble ash in chloridric acid, determination of aqueous extract, determination of alcoholic extract and ether extract. The determination of aqueous extract and caffeine demonstrated that all lots and brands were within the amount recommended by the legislation. Were verified problems of non-compliance with some of the 9 samples in the analyses of moisture (33%), fixed residual mineral (100%), insoluble ash (44%), extract alcohol (88%) and ether extract (88%). From the results of analyses, there is evidence that brands of coffee marketed in Dourados-MS have not been according to the quality standards required for these products, which may indicate fraud or poor quality of raw materials used, and from this study, consumers should be mindful of that and require a stricter supervision for food.

 

Key-Words: physical and chemical analysis; coffee; adulteration.