Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

ESTUDO DA PREVALÊNCIA DE CÂNCER COLORRETAL NO PERÍODO DE 2005 EM UM HOSPITAL DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NA CIDADE DE DOURADOS-MS

STUDY OF PREVAILANCE OF COLORRETAL CANCER DURING 2005 IN HOSPITAL OF THE UNIFIED SYSTEM OF HEALTH IN DOURADOS CITY- MS

Autores:
GIURIZATO, Clarinez Soares Brito; AREIAS, Marco Aurélio Camargo

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:

O estudo levantou a prevalência de casos de câncer colorretal atendidos pelo Sistema Único de Saúde em um hospital geral na Cidade de Dourados-MS no ano de 2005, descrevendo aspectos epidemiológicos, fatores de risco, tratamento oferecido e suas complicações através método descritivo, quantitativo, transversal e retrospectivo. Com uma amostra intencional de trinta (30) pacientes com diagnóstico de Câncer Colorretal, identificados através do livro de registros do Serviço de Endoscopia e Colonoscopia do referido estabelecimento. O protocolo de pesquisa recebeu aprovação do CEP-UNIGRAN. Os resultados apontaram para uma taxa prevalência de câncer colorretal em maior incidência na faixa etária de 51 e 60 anos, predominância do sexo feminino, maior freqüência nos segmentos de reto e sigmóide. As complicações: baixa imunidade e depressão, seguidas de metástase e infecção da ferida, nenhum caso de recidiva. A faixa etária é o maior fator de risco para o desenvolvimento de câncer colorretal. A ausência de dados especializados nos prontuários impediram a associação com hereditariedade e alimentação, que podem ser elementos desencadeantes do processo de carcinogênese colorretal. Constatou-se uma melhor evolução do tratamento cirúrgico quando seguido de quimioterapia, apontando para a necessidade de um atendimento periódico por equipe multidisciplinar tendo em vista as complicações. A literatura ressalta a importância do diagnóstico precoce para a diminuição da incidência de metástases e intercorrências cirúrgicas, fato confirmado no estudo, ficando claro a necessidade de campanhas junto à população para a detecção precoce, além de serem realizados outros levantamentos de maior amplitude.

 

Palavras-chave: Câncer Colorretal, Prevalência, Sistema Único de Saúde.


Abstract:

The study raised the prevailance of the cases of colonrectum cancer cared for by the unified system of health in a general hospital in the city of Dourados-MS. It will describe the epidemiologic aspects, factors of risk, treatment offered and its complications through descriptive, quantitative, transversal and retrospective method. With a intentional sample of thirthy (30) patients with colorectal cancer diagnosis, identified by the logbook of the Endoscopy and Colonoscopy Service of that established. The research protocol received approval of the CEP-UNIGRAN. The results pointed to a prevalence rate of colorectal cancer in higher incidence in the age bracket of 51 and 60 years, prevalence of female, greater frequency in segments of the rectum and sigmoid. The complications: low immunity and depression, followed by metastasis and the wound infection, no case of relapse. The age group is the biggest risk factor for the development of colorectal cancer. The lack of specialized data in records prevented the association with heredity and diet, elements that may be triggering the process of colorectal carcinogenesis. It was a better development of surgical treatment when followed by chemotherapy, indicating the need for regular care by a multidisciplinary team with a view to the complications. The literature highlights the importance of early diagnosis to reducing the incidence of metastases and surgical complications, a fact confirmed in the study, it being understood the need for campaigns among the population for early detection, and other surveys are conducted with greater amplitude.

 

Key-Words: Colonrectum cancer, Prevailance, Unified System of Health.