Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

HEPATITE C ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E CLÍNICOS DE UMA DOENÇA SILENCIOSA

HEPATITIS C: EPIDEMIOLOGIC AND CLINIC ASPECTS OF A SILENT ILLNESS

Autores:
CORRÊA, S.; BORGES, P. K. O.

Baixe o Artigo aqui (pdf)


Resumo:

A hepatite C é uma doença infecciosa que causa inflamação aguda ou crônica do fígado. Antes da descoberta de seu agente viral este tipo de hepatite foi denominado como hepatite não A-não B - uma forma de doença hepática aguda ou crônica que se seguia após a uma transfusão sanguínea ou de hemoderivados. O vírus da hepatite C (HCV) é um agente infeccioso transmitido principalmente por sangue, seu potencial infeccioso por via sexual não é alto, a transmissão vertical também é considerada pouco comum. A grande importância das hepatites não se limita ao enorme número de pessoas infectadas; estende-se também às complicações das formas agudas e crônicas. As hepatites virais são consideradas doenças infecciosas relevantes na atualidade, cujo comportamento epidemiológico, no Brasil e no mundo, tem sofrido grandes mudanças nos últimos anos. O objetivo desse estudo foi, por meio da revisão literária, averiguar os aspectos epidemiológicos da doença no mundo e no Brasil, bem como os principais meios de transmissão, diagnóstico e possibilidades atuais de tratamentos.

 

Palavras-chave: hepatite C, prevenção, epidemiologia, HCV, tratamento da hepatite C, interferons.


Abstract:

Hepatitis C is an infectious illness that cause acute or chronic inflammation of the liver. Before the discovery of its viral agent this type of hepatitis was called as hepatitis not A- not B - a form of acute or chronic hepatic illness that was developed after a sanguineous transfusion or of blood derivatives. The HCV is an infectious agent transmitted mainly for blood, its potential infectious by sexual relation is not high, the vertical transmission also is considered not very common. The great importance of hepatitis is not limited to the enormous number of infected people; it is also extended to the complications of the acute and chronic forms. The viral hepatitis are considered important infectious whose epidemiologic behavior, in Brazil and in the world, has suffered great changes in recent years. The objective of this study was, by means of the literary revision, to inquire the epidemiologic aspects of the illness in the world and in Brazil, as well as the main ways of transmission, diagnosis and current possibilities of treatments.

 

Key-Words: hepatitis C, prevention, epidemiologia, HCV, treatment of hepatitis C, interferons.