Pensamento do Dia:
"Você nasceu nesta terra, para testemunhar do amor de Deus em sua vida. Que privilégio!"
Dourados - MS, 15 de Dezembro de 2017

A IGREJA NOS FALA


07/12/2017 - A oração é o alicerce das famílias.


O Natal em família é o Natal em oração, talvez, seja o momento, a hora e a graça das famílias que não rezam: rezarem

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha” (Mateus 7,24).

Preciso começar dizendo que não podemos ser o homem insensato, o homem insano, porque não há insanidade maior do que construirmos a casa alicerçada na areia, pois quando vierem os ventos, as tempestades, as chuvas, a ruína daquela casa vai ser total, ela vai cair.

É doloroso ver uma casa cair, mas aqui não me refiro somente a uma “casa física”, material, porque para essa casa pode-se fazer um mutirão e depois reconstruí-la, refazê-la, pode-se juntar novamente as pedras e os tijolos.

É muito doloroso para a nossa alma ver as nossas casas caírem. A “casa” que é a família, o casamento, a nossa espiritualidade e a nossa relação com Deus. E por que as nossas casas estão caindo? Por que as nossas famílias estão ruindo? Porque, muitas vezes, estão solidificadas na areia e não sobre uma rocha firme. E essa rocha firme é uma espiritualidade verdadeira e concreta com o Senhor.

Eu sei que, as pessoas se preparam, invocam o nome de Jesus e pedem a bênção de Deus. Não basta somente pedirmos a bênção, é verdade que precisamos começar com ela, para continuarmos nela; mas, a casa se constrói dia a dia, se alicerça a cada dia, fundamenta-se, também, a cada dia.

Se não cuidarmos da nossa espiritualidade, da nossa relação com Deus; se um casal, uma família não cuida da oração, não cuida de fazer Deus presente naquela casa, naquela família, quando a família deixa-se iludir facilmente pelas atrações desse mundo, pelas facilidades do mundo, pelo consumismo dilacerado que nós temos nos dias de hoje; se não cuidamos dela, ela vai caindo, perde a consistência. Assim como acontece com a espiritualidade é, também, com a casa física: não percebemos as ruínas no início, porque está tudo bonito, tudo maravilhoso. “Estou bem assim. Está tudo legal”. Mas, na hora em que a ruína chega, quando a “casa cai”, ela cai com força.

Neste tempo de graça, no qual nos preparamos para celebrar o Natal de Nosso Senhor Jesus, Ele não quer que a sua família faça uma ceia grande e maravilhosa. Ele quer que a sua família se alicerce e firme-se n’Ele.

O Natal em família é o Natal em oração, talvez, seja o momento, a hora e a graça das famílias que não rezam, rezarem; das famílias que rezavam e deixaram de rezar, voltarem a rezar. O alicerce que não pode faltar em nenhuma família é a oração junta, concisa e focada em Deus. Assim, essa rocha firme vai segurar a sua casa.

Deus abençoe você!





Padre Roger Araújo
Fonte: Canção Nova



Voltar

Unigran Pastoral Universitária