ISSN: 23170336

VOLUME:2 NÚMERO:1 JANEIRO/JULHO 2013 Art. Completo

TÍTULO: DESSECAÇÃO DE Brachiaria decumbens: ORDEM DE PREPARO E CONSTITUINTES DA CALDA DE PULVERIZAÇÃO

DESICCATION OF Brachiaria decumbens: ORDER TO PREPARE AND CONSTITUENTS OF SPRAYING

AUTORES: CESSA, R.M.A1,.; HONAISER, A.C.; MELO, E.P.; LIMA JUNIOR, I.S.

RESUMO: O experimento foi conduzido na Área Experimental do Centro Universitário da Grande Dourados, em Dourados-MS. O preparo das caldas de pulverização deu-se de um copo de vidro graduado de 1.000 mL sobre um agitador elétrico-magnético. Na área recoberta por Brachiaria decumbens foram estabelecidas faixas de 2,0 metros de largura com 20 metros de comprimento para pulverização das caldas preparadas em diferentes ordens contendo herbicida, adjuvante, inseticida e fungicida. Aos 15 dias após a pulverização (DAP) das caldas fez a determinação da biomassa remanescente na superfície do solo de B. decumbens. A ação fitotóxica das caldas de pulverização sobre a população de B. decumbens foi avaliada 15 dias após a pulverização, por observações visuais de sintomatologia de injúrias das plantas das parcelas tratadas, em comparação com as plantas desenvolvidas nas parcelas-testemunhas, de acordo com a escala de notas de fitotoxicidade. Em geral, melhora na eficiência na dessecação da B. decumbens foi constatada quando a calda de pulverização foi constituída das combinações triplas (herbicida + adjuvante + inseticida, herbicida + adjuvante + fungicida ou herbicida + inseticida + fungicida. Constatou-se também para tal condição melhor desempenho do herbicida na presença do inseticida. Aos 5 e 35 dias após a pulverização das caldas, por meio de notas atribuídas visualmente às plantas de B. decumbens, observou-se sintomas de amarelecimento e "queima" das plantas e plantas amareladas e mortas respectivamente.

PALAVRAS-CHAVE: enzima, toxidez, biomassa

ABSTRACT: The experiment was conducted at the Centro Universitário da Grande Dourados in Dourados-MS. Preparation of spray solution gave up a glass beaker of 1.000 ml graduated on electric-magnetic stirrer. In the area covered by Brachiaria decumbens were established ranges of 2,0 meters wide and 20 meters long spray of grout prepared in different orders containing herbicide, adjuvant, insecticide and fungicide. At 15 days after spraying (DAP) of syrups made the determination of biomass remaining on the ground surface B. decumbens. The phytotoxic action of the spray solution on the population of B. decumbens was assessed 15 days after spraying, by visual observations of symptoms of injuries from plots treated plants compared with plants grown in plots witnesses, according to the grading scale phytotoxicity. In general, improvement in efficiency desiccation B. decumbens was observed when the spray solution consisted of triple combinations (herbicide adjuvant + insecticide, herbicide + adjuvant fungicide or herbicide + insecticide + fungicide. was also found to perform better condition such herbicide in the presence of the insecticide. At 5 and 35 days after spraying the grout through visually grades given to plants of B. decumbens, observed symptoms of yellowing and "burning" the plants and plants yellowed and dead respectively.

KEYWORDS: enzyme, toxicity, biomass