ISSN: 23170336

VOLUME: 6 Art. Completo

TÍTULO: VARIABILIDADE ESPACIAL DE ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO EM UM LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO

AUTORES: NASCIMENTO, J.M.¹, SCHUEROFF, P. R .², SILVA, F. M.², SILVA, F. M. SECRETTI, M. L . ¹, SILVA, P. M .³

RESUMO: O objetivo foi avaliar a variabilidade espacial de atributos físicos em um latossolo vermelho distrófico. A determinação da variabilidade espacial de atributos físicos de solo foi realizada em uma área comercial com 46,26 hectares, localizada em Dourados - MS, manejada com um sistema de agricultura de precisão (AP). A grade amostral regular, com intervalos de 100 metros, totalizando 50 pontos georreferenciados. Foram determinados valores de silte, areia e argila, e posteriormente, realizada a análise de estatística descritiva foi determinados valores de média, mediana, mínimo, máximo, coeficiente de variação, coeficiente de assimetria e coeficiente de curtose. Modelos matemáticos foram ajustados aos semivariogramas, os quais permitiram analisar a dependência espacial dos dados, com isto, foi possível realizar a técnica de Krigarem, através do programa GS+. O grau de dependência espacial foi calculado, para todos os atributos, a dependência espacial foi considerada moderada. As variáveis apresentaram diferentes alcances, argila e areia apresentaram maiores alcances em relação ao silte que foi menor (238; 155; 238 respectivamente) sendo foi possível gerar mapas com os atributos físicos da área.

PALAVRAS-CHAVE: geoestatística; krigagem; GS+.

ABSTRACT: The objective was to evaluate the spatial variability of physical attributes in a dystrophic red latosol. The determination of the spatial variability of soil physical attributes was performed in a commercial area of 46.26 hectares, located in Dourados - MS, managed with a precision agriculture (AP) system. A regular square sampling grid of 100 meters was established, totaling 50 georeferenced points. The values of silt, sand and clay were determined, and the values of mean, median, minimum, maximum, coefficient of variation, asymmetry and kurtosis coefficients were determined. Mathematical models were adjusted to the semivariograms parameters, which allowed to analyze the spatial dependence, obtained by geostatistical analysis, it was possible to perform the Kriging, with the GS + program. The spatial dependence was calculated for all attributes, spatial dependence was considered moderate. The variables presented different ranges, clay and sand presented greater reaches in relation to the silt that was smaller (238, 238, 155 respectively) and it was possible to generate maps with the physical attributes.

KEYWORDS: Geostatistic; Kriging; GS+.